Dispositivo usa ondas de rádio para detectar suas verdadeiras emoções

Por Redação | 21 de Setembro de 2016 às 14h27

Já imaginou que louco se o seu roteador wireless pudesse detectar emoções? Pois é basicamente isso que pesquisadores do Laboratório de Inteligência Artificial do famoso MIT decidiram fazer. Eles criaram um dispositivo sem fio capaz de ler os sinais vitais e discernir sentimentos, um esquema parecido com um detector de mentiras.

O dispositivo, que está sendo chamado de EQ-Radio, emite um sinal de radiofrequência inofensivo. Se as ondas encontrarem uma pessoa no ambiente, elas refletem e apresentam mudanças conforme sua respiração e batimentos cardíacos. O EQ-Radio observa as alterações nas ondas refletidas e as usa para gravar esses sinais vitais.

O pulo do gato é que as variações na respiração e na frequência cardíaca muitas vezes estão relacionadas com a forma como nos sentimos. Respiração rápida e batimentos acelerados podem significar sofrimento psíquico ou excitação, por exemplo, mesmo que você esteja tentando disfarçar e não expresse essas emoções. Isso (somado ao suor) é a base para os testes de polígrafo.

Em um estudo realizado com 30 pessoas, o EQ-Radio conseguiu descobrir quatro emoções – felicidade, excitação, raiva e tristeza – em 87% dos casos onde a leitura dos sinais vitais foi realizada.

A equipe do MIT acredita que a tecnologia possa ser usada como uma forma não invasiva para aqueles que trabalham na área da saúde controlarem regularmente o estado emocional e sintomas de depressão nos pacientes. Outra aplicação possível seria na área do entretenimento, onde o EQ-Radio forneceria um feedback para produtores de cinema e TV sobre como o público reage a filmes e programas.

Por enquanto, tudo ainda está na fase de testes e não há previsão sobre uma possível chegada ao mercado. No entanto, podemos garantir que esse tipo de tecnologia não virá embarcada no sei roteador Wi-Fi, como um dedo-duro de sentimentos.

Via Quartz

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.