Cientistas simulam os solos de Marte e da Lua para cultivar alimentos

Por Redação | 24 de Junho de 2016 às 17h50

Pesquisadores Universidade de Wageningen, nos Países Baixos, criaram um solo especial que simulava as condições do terreno de Marte e da Lua. A ideia era bem simples: tentar cultivar alimentos ali para, quem sabe no futuro, realizar exatamente o mesmo no planeta vizinho e em nosso satélite natural.

Uma série de cultivos foi realizada durante os últimos dois anos, com a primeira colheita sendo realizada no último mês de março. Naquele momento, o chefe da pesquisa Wieger Wamelink disse que aguardaria o resultado dos testes de metais pesados para então fazer a prova dos primeiros resultados do estudo.

Segundo as informações liberadas pelos próprios pesquisadores, as plantações de ervilhas, tomates, centeio e rabanetes não só parecem saudáveis como de fato o são. O resultado dos testes contou aos cientistas que os níveis de concentração de metal pesado estão dentro do limite aceitável e, no caso de ervilhas e tomates, algumas unidades apresentam concentração ainda menor do que aqueles plantados e colhidos em solo estritamente terrestre, digamos assim.

Contudo, apesar disso, Wamelink ainda não pôde provar da sua plantação. Isso porque existe a possibilidade das plantas formarem alcaloides quando colocadas sob pressão. “Em grandes quantidades, eles [os alcaloides] poderiam ser venenosos para nós. Vamos conferi-los posteriormente para ver se há algum deles nas plantações, junto com vitaminas e flavonoides”, comentou o pesquisador em entrevista ao Gizmodo.

De qualquer maneira, o aguardado teste de sabor não deve demorar muito: ele já está marcado para a próxima quarta-feira, dia 29 de junho.

Fonte: Universidade de Wageningen

Fonte: via Gizmodo

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.