Assinaturas da Netflix são vendidas por US$ 0,25 no mercado negro

Por Redação | 12 de Fevereiro de 2016 às 11h59

Vendas de assinaturas da Netflix e de outros serviços online no mercado negro não são nenhuma novidade. Mas dados revelados pela Symantec apontam que esse tipo de comercial ilegal está em franca expansão, preocupando especialistas em segurança. A expansão internacional da Netflix para mais de 130 novas regiões tem contribuído para o aumento do problema. Para os hackers, a base de membros do serviço de streaming de vídeos, disponível em um total de 190 países, significa que há muito mais oportunidades para roubar e vender senhas.

Enquanto o custo de uma assinatura para o serviço de streaming já parece ser bem razoável, a ascensão do mercado negro de senhas mostra que várias pessoas estão dispostas a pagar ainda menos pelas assinaturas, mesmo que isso signifique violar as leis. De acordo com a firma de segurança digital, os hackers conseguem obter as senhas através de ataques de phishing, onde um usuário da Netflix é inclinado a clicar em um link malicioso ou em um e-mail que leva a uma página falsa do serviço. Malwares também estão sendo utilizados para colher informações privadas das contas dos usuários, segundo a empresa de segurança.

Alguns criminosos estão vendendo contas da plataforma de streaming mais popular do planeta por um preço muito pequeno. Um anúncio encontrado mostra que um vendedor está oferecendo quatro contas por um total de US$ 1, ou seja, US$ 0,25 por cada. O mesmo vendedor também afirma ter acesso a 300 mil senhas do serviço. Em seus "termos de uso", o larápio instrui os usuários a não fazerem nenhuma alteração nas contas, visto que o assinante genuíno poderia suspeitar que sua conta está sendo violada.

Atualmente a Netflix conta com mais de 75 milhões de usuário em todo o mundo, um número que indica a abundância do potencial que o mercado negro tem para explorar e expandir suas atividades. A recomendação é atualizar regularmente a senha do serviço, utilizando combinações fortes para evitar que sua conta seja invadida.

Via Digital Trends

Fonte: http://www.digitaltrends.com/home-theater/netflix-black-market/

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.