Apple pode investir US$ 4,2 bilhões em conteúdos originais até 2022

Por Redação | 24 de Novembro de 2017 às 15h41
Tudo sobre

Apple

De acordo com a previsão de Gene Munster, analista do Loup Ventures, a Apple deverá investir US$ 4,2 bilhões na produção de conteúdos originais exclusivos até o ano de 2022. Essa seria a tentativa de a Maçã tentar se equiparar com os atuais líderes do mercado de streaming audiovisual.

Ainda segundo o analista, a Netflix deverá investir US$ 8,3 bilhões no mesmo período, enquanto a Amazon gastará US$ 6,8 bilhões com a mesma finalidade. Ainda que o investimento previsto para a companhia de Cupertino seja bastante inferior, isso mostra que a Apple não deseja perder este filão do mercado sem uma boa briga.

Há alguns meses, a Maçã havia se comprometido a investir US$ 1 bi em sua programação original, incluindo séries e documentários, enquanto a Netflix está investindo US$ 8 bi para produzir e licenciar novos conteúdos entre 2017 e 2018.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Munster acredita que a Apple conseguirá remodelar sua Apple Music dentro de dois a três anos, oferecendo conteúdos que vão além das músicas atualmente disponibilizadas. Ele ainda prevê que os serviços fornecidos pela Maçã poderão representar 14% de sua receita total de 2017, mostrando que os usuários estão ávidos por novidades de entretenimento.

E tudo parece estar caminhando, mesmo, por este trajeto. Recentemente, a Apple revelou que está produzindo um reboot de "Histórias Maravilhosas", de Steven Spielberg, contando com estrelas como Jennifer Aniston e Reese Witherspoon no elenco. A produção reviverá o sucesso de ficção científica dos anos 1980 com 10 novos episódios.

Fonte: Variety

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.