A louca teoria da conspiração entre o transplante de cabeça e Metal Gear Solid V

Por Redação | 24 de Abril de 2015 às 08h54

Seria possível alguém fazer um transplante de cabeça? Um cirurgião italiano garantiu que sim. No início do ano, o doutor Sergio Canavero surgiu com a proposta de que a técnica seria viável em pouco tempo e assombrou todo mundo com a possibilidade. No entanto, meses depois, todo esse cenário pitoresco começa a se desenhar como uma grande pegadinha para promover o game Metal Gear Solid V: The Phantom Pain.

A história ainda não chegou a uma conclusão, mas vários usuários do fórum NeoGAF e o site Kotaku começaram a juntar indícios e depoimentos tanto para provar a veracidade das pesquisas de Canavero quanto para levantar a possibilidade dele ser a melhor campanha de marketing já feita.

Tudo começou quando as pessoas notaram a incrível semelhança entre o médico e o personagem que aparece no trailer do jogo. Os dois são basicamente idênticos, com direito até mesmo a detalhes que parecem ter sido fielmente reproduzidos. Só que a coisa não parou por aí e as demais evidências apenas deram força ao rumor de que a tal história do transplante tem algo a ver com a trama do game.

Transplante cabeça

A começar pelo voluntário que iria receber a cabeça nova. Segundo o que foi levantado, Valery Spiridonov é, na verdade, um supervisor de desenvolvimento de jogos e um artista de computação gráfica. Além disso, o próprio doutor Canavero disse em entrevista que, apesar de não ter entendido por que ele foi usado como modelo para a criação do personagem sem sua permissão, um dos patrocinadores da apresentação na qual ele explicou sobre sua proposta era alguém do mundo dos videogames.

Mas as coincidências começam a ficar ainda mais fortes. O TED Talk do qual o médico participou aconteceu em Chipre, o mesmo país que aparece no primeiro trailer de The Phantom Pain, e que a arena batizada de TED Limassol onde a apresentação foi feita é um anagrama para Solid Metals. E, se lembrarmos que uma das brincadeiras do anúncio de MGS V foi exatamente um anagrama de Kojima para a criação do nome Joakim Mogren, não é difícil ver uma relação bem pertinente.

Outro ponto é que o próprio projeto de transplante foi batizado de HEAVEN, um termo bem recorrente dentro da franquia de jogos e que comumente aparece para se referir aos vilões da série. Adicione a isso o fato de que Canavero ainda cita em vários de seus artigos o fenômeno conhecido como dor do membro fantasma — ou, em inglês, "Phantom Pain" — e temos o tipo de coincidência que não dá para dizer que foi ao acaso.

Para finalizar, alguém desenterrou uma mensagem de Hideo Kojima publicada no Twitter em 2010 no qual ele descreve que seu próximo projeto iria desafiar alguns tabus e que seria algo tão ambicioso que, se algo desse errado, ele teria que se retirar da indústria. E, digamos, que esse sumiço que o diretor tomou depois de todas as polêmicas com a Konami apenas deixou tudo mais suspeito.

O outro lado

No entanto, o Kotaku britânico procurou o doutor para obter algumas explicações e, além da total surpresa do profissional com todo o ocorrido, a página levanta alguns questionamentos bem interessantes e que contrariam a teoria da conspiração. O principal argumento é que, apesar de tudo indicar que a história do transplante é uma peça publicitária, o nome Sergio Canavero já era conhecido da comunidade médica italiana anos antes de termos qualquer menção à existência de um novo Metal Gear Solid.

Assim, como o texto questiona, se isso for realmente uma campanha de marketing, trata-se de algo cuidadosamente planejado e desenvolvido de maneira mais do que complexa há mais de uma década. E seria de extremo mau gosto, pois seria uma piada com toda a imprensa e com a medicina como um todo.

Desse modo, a teoria mais plausível é aquela levantada pelo site Business Insider que não só acredita na veracidade do projeto de transplante de cabeça como ainda acha que estamos diante de uma parceria entre o doutor e a Konami para a promoção tanto da iniciativa médica quanto do próprio jogo.

No entanto, tudo ainda é muito nebuloso e ainda há informações que não se encaixam ou parecem muito estranhas para fazerem sentido. De qualquer forma, é o tipo de teoria da conspiração que a internet adora — ou seja, algo em que vamos continuar de olho.

Via: Kotaku, NeoGAF, Business Insider

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.