Supercomputador da IBM promete descobrir como funciona o Universo

Por Redação | 29 de Setembro de 2012 às 17h00

Uma equipe de cosmólogos está usando supercomputador IBM Blue Gene/Q, mais conhecido como "Mira", para executar uma simulação dos primeiros 13 bilhões de anos após o Big Bang.

O Mira é o terceiro supercomputador mais rápido no mundo, e ele promete verificar se as teorias atuais sobre o movimento das galáxias e da expansão como um todo são realmente verdadeiras.

O supercomputador vai trabalhar, acompanhando o movimento de trilhões de partículas, como elas colidem e interagem umas com as outras formando estruturas que poderiam se transformar em galáxias.

Segundo informações do Gizmodo, o Mira possui 78 mil núcleos de processamento e é capaz de fazer até 10 quadrilhões de cálculos por segundo. Além disso, o supercomputador dispões de 1 petabyte de RAM, o que corresponde a 1.024 TBs ou 1.048.576 GBs de memória. Tá bom ou quer mais?

A ideia é que ele consiga completar essa pequena tarefa de "refazer" o Universo em apenas duas semanas. Nós vamos aguardar ansiosamente o resultado.

Supercomputador da IBM MIRA

Foto do "Mira" (Reprodução: Engadget)

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.