Novo sistema permite que gadgets funcionem sem bateria

Por Redação | 18.08.2013 às 15:43

Para que a Internet das Coisas se torne uma realidade, os dispositivos terão de ser capazes de se comunicar com a internet e também uns com os outros. Se eles precisarem estar carregados para realizar essas conexões, uma grande quantidade de eletricidade será necessária. E é aí que uma nova tecnologia chamada "ambient backscatter" (algo como "retroespalhamento ambiental", em português) entra em cena.

Trata-se de um novo sistema de comunicação sem fio, criado por engenheiros da Universidade de Washington, que permite que dispositivos consigam interagir uns com os outros sem depender de baterias ou cabos de energia. Essa nova técnica aproveita os sinais de TV e celular – que já nos cercam o tempo todo – para fornecer energia, associado a um meio para que a comunicação aconteça.

Cada dispositivo que utiliza o sistema de retroespelhamento ambiental está equipado com uma antena capaz de captar os sinais de TV ou de celulares e os converter em eletricidade. Não é necessária a intervenção humana nesse processo.

Os protótipos testados pela equipe foram capazes de enviar dados a uma taxa de 1 kilobit por segundo a uma distância de até 2,5 metros ao ar livre, e 1,5 metro de distância dentro de casa. Isso foi o suficiente para enviar as informações de contato e as mensagens de texto do dispositivo de testes.

"Esperamos que [o retroespelhamento ambiental] tenha aplicações em diversas áreas, incluindo computação vestível, casas inteligentes e redes de sensores autossustentáveis", disse Joshua Smith, professor de ciência e engenharia da computação da Universidade de Washington e um dos autores do projeto.