Museu da Samsung mostra história da tecnologia moderna e inovações da empresa

Por Redação | 23.04.2014 às 08:22
photo_camera Mat Smith / Engadget

A Samsung inaugurou esta semana na Digital City, em Suwon, Coreia do Sul, o Samsung Innovation Museum (SIM), um museu dedicado à história da tecnologia. O repórter Mat Smith, do Engadget, fez uma visita antecipada à nova atração e contou um pouco sobre o que se pode esperar do museu. E, apesar de não valer por si só uma viagem à Coreia do Sul, é um bom ponto turístico para quem já está no país e se interessa por tecnologia.

Museu da Samsung - Descobrimento da Eletricidade

Primeira parada: o que é a eletricidade e como ela é gerada (Imagem: Mat Smith / Engadget)

O museu é dividido em cinco andares, que correspondem a etapas específicas da história da tecnologia. O ponto de partida é a descoberta da eletricidade e, seguindo em diante, são mostrados exemplos reais de tecnologias antigas, incluindo uma lâmpada como ela foi concebida por Thomas Edison e a primeira televisão da história - além de aparelhos como o StarTAC, o Apple II e o Simon Personal Computer.

Museu da Samsung

Primeiras gerações da televisão (Imagem: Mat Smith / Engadget)

No segundo andar, o tour dá uma guinada em direção a Samsung e foca na história recente com telefones, televisões, smartphones e a internet - as principais tecnologias que tornaram a empresa no que ela é hoje. São mostrados os inventores da era moderna e também o papel das grandes corporações para tornar suas ideias realidade.

No último pavimento são expostos produtos da Samsung, dando aos visitantes a chance de testar as últimas inovações da empresa. A chamada zona B2B mostra produtos como o Galaxy S4 estilizado para uso militar, o Gear 2, Gear Fit, entre outros.

Museu da Samsung - Galaxy S4 em uso militar

Samsung Galaxy S4 de uso militar (Imagem: Mat Smith / Engadget)

Apesar de deixar de fora algumas controvérsias recentes no ramo mobile e dar um foco óbvio nos produtos da Samsung - deixando de fora muitos aparelhos da Apple (não espere ver um iPhone) e LG -, o museu faz jus as inovações dos concorrentes, dando uma visão geral da história da tecnologia moderna e como surgiram os principais produtos comercializados atualmente pela fabricante.

Para quem já está visitando a Coreia do Sul e é fã de tecnologia, vale a pena a parada. O tour está disponível em coreano, inglês, chinês, japonês e espanhol.