Morre aos 88 anos o inventor do mouse, Douglas Engelbart

Por Redação | 04 de Julho de 2013 às 12h08

Na última terça-feira (02), o mundo se despediu de um dos pioneiros na interação entre homem e máquina. Douglas Engelbart, o inventor do mouse, morreu aos 88 anos na Califórnia, Estados Unidos, devido a uma crise de insuficiência renal.

Engelbart criou o mouse na década de 60 e patenteou sua invenção em 1970. O primeiro "mouse" de computador foi uma caixa de madeira com duas rodinhas de metal. Depois de muito aperfeiçoamento, ele chegou ao mercado em 1984 graças à Apple, que lançou o mouse como periférico de seu Macintosh.

Mas essa não foi a única colaboração dele para o mundo da tecnologia. A equipe de Engelbart no Instituto de Pesquisa de Stanford também foi responsável pelo desenvolvimento do hipertexto, computadores em rede, videoconferência, e os precursores de interfaces gráficas. Em 1990, fundou o Bootstrap Institute, em Palo Alto, na Califórnia, onde ainda atuava como diretor.

Durante sua carreira, Engelbart recebeu alguns prêmios, entre eles o Lemelson–MIT, considerada a maior premiação financeira para inventores dos Estados Unidos, onde o premiado recebe US$ 500 mil. Três anos após levar o Lemelson-MIT, no ano 2000, o presidente Bill Clinton concedeu a Medalha Nacional de Tecnologia para Engelbart por ele fazer parte da invenção da base da computação pessoal.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.