Mentes empreendedoras pensam diferente das demais, aponta estudo

Por Redação | 16.01.2013 às 11:25

Um novo estudo realizado por pesquisadores do departamento de neurociência e escola de negócios do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) mostrou que o cérebro dos empreendedores funciona de maneira diferente das demais pessoas.

Divulgado pela FastCompany, o estudo contou com a participação de 63 indivíduos que tiveram seus cérebros mapeados pelos pesquisadores; Dentre os participantes estavam pessoas que se auto-descreviam como dois grupos: empresários e gestores. Eles participaram de um jogo onde eles interagiam com máquinas virtuais e tinham a opção de continuar jogando na mesma máquina e garantir os ganhos, ou trocar e tentar explorar algo novo.

A ideia era verificar como o cérebro dessas pessoas funcionava mediante situações onde era necessário uma tomada de decisão. Cada lado do córtex frontal do nosso cérebro está associado a um tipo básico de estratégia de resolução de problemas: o lado esquerdo está associado à lógica e o pensamento estruturado. Já o lado direito está ligado à criatividade e emoção.

Diferente do que muitos pensam, os empresários que participaram do estudo não se mostraram mais propensos a se envolver em novas explorações. Mas por outro lado, quando decidiam fazê-lo, a maioria deles ativava ambos os lados do córtex frontal do cérebro, mesclando os tipos de decisão. Já o grupo de gestores se mostraram mais presos ao lado esquerdo, o mais lógico.

"É uma questão de natureza versus criação", disse o professor Maurizio Zollo, o principal autor do estudo. Os pesquisadores explicam que o sucesso na tomada de decisão não está necessariamente ligado à exploração máxima, mas sim no tempo em que elas são feitas. Saber quando realizar a mudança entre as duas formas de pensar é o "segredo" das mentes empreendedoras, segundo o estudo do MIT.