Garoto de 7 anos arrecada R$ 120 mil na internet para ajudar amigo com paralisia

Por Redação | 10 de Julho de 2014 às 11h45
photo_camera Divulgação

Há quem diga que a internet separa as pessoas, mas inúmeros casos provam o contrário. Foi o que aconteceu com um menino canadense que conseguiu arrecadar mais de R$ 120 mil para pagar a cirurgia de um amigo com paralisia cerebral. E tudo isso vendendo limonada.

Quinn Callender é um garoto de sete anos que mora em Maple Ridge, um distrito localizado na chamada Colúmbia Britânica, no Canadá. Como outro menino qualquer, ele frequenta a escola, adora se divertir e tem vários amigos. Um deles é Brayden Grozdanich, também de sete anos, que devido à paralisia cerebral precisa realizar um procedimento cirúrgico bastante complexo para ajudar na recuperação de movimentos.

Sabendo que Brayden deve fazer uma cirurgia o quanto antes, Quinn resolveu pedir ajuda na internet para levantar fundos e conseguir US$ 20 mil para financiar a operação do amigo. Para isso, o jovem montou uma barraca de limonada em seu município natal e pediu aos pais que o ajudassem a divulgar a campanha nas redes sociais por meio de crowdfunding, um modelo popular em sites como Indiegogo e Kickstarter que busca a colaboração financeira coletiva de pessoas que queiram financiar aquela ideia.

Não deu outra: em apenas 25 dias, as doações já contabilizam cerca de R$ 54 mil. Na página da campanha no site YouCaring.com, Quinn explica que ele e Brayden estudam na mesma escola, mas que a paralisa cerebral dificulta a movimentação do amigo e que a fisioterapia diária para mantê-lo em pé e andando "é dolorosa". "Quando eu estava com ele no fisioterapeuta, tentei manter a calma dele quando estava com dor", conta o garoto.

A cirurgia é justamente para dar mais movimentos a Brayden, pois o braço e a perna do lado direito do garoto foram afetados pela paralisia. A operação está disponível no Canadá, mas é um processo considerado invasivo. Quinn descobriu que outro tipo de procedimento é realizado em Nova Jersey, nos Estados Unidos, e que pode fazer o amigo andar normalmente, só que o custo dessa cirurgia no país vizinho é de aproximadamente US$ 20 mil.

Quinn e Brayden

Brayden (à esquerda), Heather (ao centro) e Quinn (à direita) na barraca de limonada criada pelo canadense. (Foto: Troy Landreville)

No último final de semana, Quinn e Brayden visitaram o corpo de bombeiros de Maple Ridge, onde juntos venderam a limonada que deu início a toda a campanha online. Heather Roney, a mãe de Quinn, disse ao site CBC que sabia que seria necessário ter mais do que uma barraca de limonada para arrecadar milhares de dólares e pagar a cirurgia e os custos de viagem até os EUA. "Montei uma campanha no site e a coloquei no meu Facebook", conta a mãe.

De acordo com Quinn, ele começou isso tudo por um motivo: "Porque ele [Brayden] é meu amigo. E eu quero ser bom". A cirurgia de Brayden está agendada para agosto.

Leia também:

Fonte: http://www.youcaring.com/medical-fundraiser/my-buddy-brayden/191581http://www.cbc.ca/news/canada/british-columbia/maple-ridge-boy-s-lemonade-stand-raises-24k-for-friend-s-surgery-1.2698208

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.