E-books ainda são desconhecidos pelos brasileiros

Por André Fogaça | 29 de Março de 2012 às 15h00

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Pró-Livro, nós - brasileiros - ainda não estamos acostumados com os livros eletrônicos. Os dados mostram que um terço da população ainda não sabe o que é um e-book, e dos 30% que tem conhecimento do termo, 82% nunca leram em qualquer aparelho.

Kindle

Kindle, leitor de livros da Amazon.

Mesmo com lojas nacionais vendendo livros digitais, como a Saraiva, Cultura, FNAC, Travessa e outras, os brasileiros não se acostumaram com a ideia de ler livros em computadores, smartphones, tablets e leitores digitais como o Positivo Alpha e o próprio Kindle.

A pirataria inclusive já chegou nos livros digitais, já que a pesquisa revelou que 38% das pessoas que tem leitores digitais, baixaram sem pagar. Apenas 13% pagaram pelas publicações. Dos leitores que já experimentaram algo digital, todos aprovam o formato e acreditam que é uma tendência sem volta.

Com a chegada iminente da Amazon por aqui, com seu Kindle sendo vendido em terras nacionais sem qualquer importação, pode ser que este cenário se modifique, apesar do Brasil ter um percentual de leitores muito baixo: apenas 50% da população.

Talvez um dos pontos que podem chamar mais leitores para os downloads legalizados pudesse ser um preço diferenciado. Hoje o valor cobrado pela versão impressa e a versão digital é a mesma, o que acaba sendo errado, já que não há custos de logístiga e impressão - por exemplo - no caso do download.

E você, já leu algum livro na tela de algum aparelho eletrônico? Gostou da experiência?

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.