Disney cria algoritmo que permite 'sentir' imagens em telas touch

Por Redação | 17 de Outubro de 2013 às 07h50
photo_camera Divulgação

Seja pela tecnologia ou pela dificuldade de interação, muita gente ainda não se acostumou em usar dispositivos com tela sensível ao toque – alguns nem são tão fáceis de utilizar. Mas uma novidade promete amenizar esse problema e mudar a forma como usamos esse recurso.

A ferramenta é mais uma invenção dos laboratórios da Disney, que desenvolveram uma forma para que as pessoas "sintam" aquilo que elas estão tocando na tela touch. A técnica envolve o envio de pequenas vibrações pelo visor de exibição para criar a ilusão de textura nos dedos do usuário, mesmo se a superfície for totalmente plana.

No relatório oficial do projeto, os pesquisadores afirmam que o sensor responsável por esse resultado possui um algoritmo que mapeia as forças de atrito entre a tela e as mãos do indivíduo. Quando ambos entram em contato, o mecanismo é capaz de se ajustar a vários tipos de sensações superficiais em tempo real de acordo com a imagem exibida na tela. O vídeo abaixo, por exemplo, mostra que é possível "sentir" frutas, fósseis, plantas e outros objetos.

“As vibrações enganam os dedos, fazendo-os acreditar que eles estão tocando uma superfície com textura. E o algoritmo utilizado para gerar as vibrações deve ser facilmente adicionável aos sistemas de touchscreen já existentes”, disseram os cientistas da Disney. Eles garantem que esse sistema tátil funciona ainda com imagens de animais e mapas topográficos.

"Telas sensíveis ao toque se tornaram padrão para tablets, smartphones e até computadores de mesa. Um programa que converte o conteúdo visual em sensações que você sente tem um grande potencial para enriquecer a experiência do usuário", declarou Ivan Poupyrev, diretor do Grupo de Interação da Disney.

Além dos dispositivos móveis, os displays texturizados podem ajudar pessoas com deficiência visual na acessibilidade e reconhecimento do mundo a seu redor. No futuro, a tecnologia pode revolucionar áreas como educação e medicina.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.