Bélgica: aparelho bloqueará carro se identificar que motorista bebeu

Por Redação | 28 de Agosto de 2013 às 15h04

A Bélgica vai adotar um dispositivo chamado "Alcolock V3" para impedir que motoristas dirijam bêbados. Trata-se de um dispositivo de bloqueio da ignição instalado no veículo, capaz de medir o nível de álcool no sangue do motorista e impedir que ele ligue o carro caso tenha excedido o limite de segurança.

De acordo com o Diário de Notícias de Álava, o dispositivo será utilizado pela primeira vez no país para monitorar um motorista da cidade de Gent, que foi condenado por dirigir embriagado. Ele ainda será obrigado a pagar o custo de instalação do dispositivo (equivalente a quase R$ 12 mil).

Esse Etilômetro (mais conhecido como bafômetro) de Controle de Partida realiza a medição da concentração de álcool no ar expirado pelo motorista e evita que a partida do veículo seja dada se o nível de álcool deste condutor estiver acima de um limite pré-definido. No caso do infrator na Bélgica, o limite estipulado é de 0,2 miligramas de álcool por litro de sangue.

A lei que permite aos tribunais exigirem a instalação desse tipo de dispositivo já vigora há quatro anos na Bélgica, mas esse é o primeiro caso em que foi decretado o uso do etilômetro high tech. A lei belga diz que o juiz pode impor o bloqueador nos casos em que o condutor for condenado por um registro acima de 0,8 miligramas de álcool, ou em caso de reincidência dentro de três anos após a sentença.

Gostou da ideia? O bloqueador de partida ainda não faz parte das sentenças aplicadas a motoristas embriagados no Brasil, mas o Alcolock pode ser facilmente comprado e possui até mesmo um site em português. Ele inclui ainda uma função de desativação para situações de emergência, mas a utilização desta função é visível para o responsável pelo controle. Por exemplo, um empregador pode instalar o dispositivo nos veículos de sua frota e realizar o monitoramento no caso de funcionários tentarem desativar o sistema. Sensores opcionais ajudam a garantir que dispositivos mecânicos, tais como bombas de ar, não sejam usados na tentativa de burlar o sistema.

Leia também: 'Bafômetro' para iPhone e Android: conheça esse novo acessório

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.