Astrônomos russos descobrem um novo cometa

Por Redação | 28 de Setembro de 2012 às 14h00

Artyom Novichonok e Vitaly Nevski são dois astrônomos russos que descobriram um cometa até então desconhecido. O mais legal é que a dupla acredita que ele poderá se tornar muito mais brilhante até o final do próximo ano.

O cometa, oficialmente conhecido como C/2012 S1 (ISON), vai passar muito perto do Sol, e razoavelmente perto do nosso planeta. Porém, ele estará mais visível para as pessoas do hemisfério norte da Terra. Sem problemas, ano passado nós pudemos ver o cometa Lovejoy aqui do Brasil.

Os astrônomos descobriram o C/2012 S1 ao visualizar imagens CCD obtidas no dia 21 de setembro, usando um telescópio que faz parte da Rede de Ciência Óptica (ISON), localizada em Kislovodsk, Rússia.

Eles dizem que o cometa é fraco, para se ter ideia é cerca de 10 mil vezes mais fraco do que a estrela mais fraca visível a olho nu. No entanto, segundo informações do PCMag, os cientistas esperam que o cometa se ilumine de forma dramática ao chegar mais perto do sol, o que acontecerá no dia 28 de novembro de 2013.

Existe uma chance de que ele se torne tão brilhante nesta data que possa ser visível durante o dia. O cometa passará 40 milhões de milhas da Terra e poderá permanecer visível a olho nu até janeiro de 2014, já que faz sua órbita em volta do sol.

A frequência de suas passagens através do sistema solar interno não é conhecida com precisão, mas as estimativas mais recentes sugerem que o período orbital pode ser de até 10 mil anos.

Cometa Ison
Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.