MeuFuturo.Digital: transformando o Brasil por meio da Tecnologia da Informação

Por Marco Santos | 11 de Dezembro de 2019 às 09h20

Há uma escassez de mão de obra no mercado de Tecnologia da Informação (TI) no Brasil. E isso acontece em meio a uma crise econômica no país, com quase 13 milhões de pessoas desempregadas, segundo os dados mais recentes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Ao mesmo tempo, estimativas da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (BRASSCOM) mostram que a área de tecnologia terá mais de 450 mil vagas abertas (não preenchidas) até 2024.

Buscando mudar esse cenário, criamos um projeto exponencial de transformar o Brasil através da tecnologia, duplicando o mercado de TI de 1,5 milhões para 3 milhões de profissionais no prazo de oito anos. Assim nasceu o Movimento MeuFuturo.Digital, ecossistema que pretende integrar jovens, instituições de ensino, empresas contratantes, startups, governo, Organizações não-governamentais (ONGs), entre outras entidades.

A programação como uma nova língua da humanidade

Pensando na programação como uma nova língua do brasileiro, além do português, é preciso que o Brasil entre no século 21 acompanhando as transformações e inovações que a transformação digital nos coloca, com mudança de hábitos e cultura.

E por que é importante aprender a programar? Porque a nossa inserção neste novo mundo só será possível se investirmos em educação e formação em TI, com novos desenvolvedores, programadores, arquitetos, agilistas, técnicos, líderes, entre outros profissionais, que vão capturar e acelerar a transformação Digital que está acontecendo nos negócios, economia, sociedade e política.

O futuro está sendo feito agora, com a substituição acelerada de produtos e serviços por soluções digitais, baseadas em tecnologias exponenciais, que integram a agilidade e flexibilidade com o mundo real analógico, mudando a maneira que pedimos comida, nos divertimos, nos locomovemos, nos relacionamos, nos vestimos, estudamos, trabalhamos, votamos, entre outros.

E toda esta transformação está sendo baseada na programação e desenvolvimento de software, Apps, sistemas e novas soluções de negócio. Além disso, todas as empresas de todas as áreas e segmentos de mercado estão transformando as suas operações em “empresas de TI” e programação de software.

Podemos chegar lá?

Hoje, já começamos a palestrar em centros de formação, universidades, escolas, sempre levando o incentivo e o conhecimento sobre o futuro da inovação. Queremos acelerar a produtividade e a transformação digital, como poderosa alavanca para viabilizar a inclusão social e a cidadania digital, prezando pela economia brasileira e segmentos estratégicos do mercado do país.

Formamos um grupo conectado para pensar iniciativas, ideias e que impactem exponencialmente a sociedade, criando um ecossistema que favoreça a atração, retenção e formação de talentos na área de TI. Rumando à 4ª Revolução Industrial, tivemos gratas surpresas, pois cativamos executivos, empresários e profissionais de várias empresas de TI, Bancos, Telecomunicações, Varejo, Indústria, Educação, Startups, ONGs, Governo, entre outros.

Queremos criar uma nova narrativa no Brasil, proporcionando um rumo novo à realidade de várias pessoas, principalmente as que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Nessa perspectiva, duplicar a mão de obra qualificada em TI significa incrementar o PIB (Produto Interno Bruto) de serviços de TI e chegar em um total de 500 bilhões de reais por ano, por isso é tão importante a inclusão dessas pessoas no setor.

É possível dizer que não vivemos uma era de mudanças, mas sim uma mudança de era, adentrando a Era da Abundância. E esse projeto de transformação cultural exponencial nasce da urgência de fomento ao aprendizado, tendo a tecnologia como futuro e pautando-se na troca de ideias, experiências e da construção da jornada em torno da Aceleração da Aceleração. Já passou do momento de o Brasil fazer a sua própria disrupção e começar a se destacar como grande potência de TI e Digital mundial.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.