Funcionários da Google são mais produtivos devido aos benefícios da empresa?

Por Carlos Dias Ferreira | 12 de Julho de 2018 às 08h57
TUDO SOBRE

Google

Afinal, “os funcionário da Google são mais produtivos devido aos benefícios oferecidos pela empresa?”. A questão foi deixada no site de perguntas e respostas Quora e acabou por ser respondida de forma entusiástica pelo engenheiro e pesquisador da Google Brain Eric Jang. “Absolutamente”, disse Jang, advogando pela economia de tempo obtida ao se desvencilhar de tarefas como escolher a próxima refeição ou lavar a roupa.

“O típico recém-formado que a Google normalmente contrata se vê subitamente empurrado pela primeira vez para um monte de responsabilidades da vida adulta: encontrar um lugar para viver, planejar a aposentadoria, pagar os impostos, gerenciar as finanças, pagar as contas, dividir tarefas com colegas de quarto, fazer amizades, obter plano de saúde, impressionar os membros da nova equipe – há muito sobre o que pensar!”

Para o engenheiro, as diversas conveniências e mimos oferecidos pela companhia ajudam a simplificar o cotidiano. Por meio de “delegações e automações”, restaria mais tempo para as amizades, para o aprendizado e para novos projetos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

“Eu não preciso pensar no que fazer para o jantar ou gastar tempo cozinhando porque sempre haverá um Google Café disponível a apenas alguns metros de distância, e eu posso comer enquanto estou ocupado pensando”. O mesmo vale para a roupa suja, já que “o campus da Google tem máquinas de lavar, e eu posso deixar minha roupa limpa enquanto termino o café da manhã”.

Economia mental

Para Jang, a coisa toda se resume a uma preciosa economia de tempo. Ao se furtar de boa parte das atividades operacionais do cotidiano, diz ele, é possível reservar mais tempo para questões profissionais e de desenvolvimento pessoal mais relevantes. “Também ajuda o fato de que apólices de seguro, pagamentos, códigos de vestimenta e outras logísticas de recursos humanos funcionem em piloto automático para mim”, diz o pesquisador.

Uma nova pergunta ao Quora poderia ser: seria essa economia de tempo hábil a diferença crucial das classes mais abastadas? “Pessoas ricas simplesmente escolhem as opções que tomam menos tempo, já que o período gasto por elas tomando decisões é muito mais valioso.”

Ocupe o tempo com decisões importantes; deixe que a Google se preocupa com o cardápio do dia. (Foto: Reprodução/Google).

No caso da Google, pelo menos, até seus empregados menos abastados contam com vantagens exclusivas capazes de promover esse ganho de tempo. Até mesmo em viagens, tanto locais – para as quais há os ônibus da Google – quanto internacionais – em que sempre é possível fazer uma “boquinha” em uma sede local da empresa. “É como ter vouchers para tudo”, diz Jang.

Efeito em rede

O engenheiro da Google Brain garante, por fim, que as vantagens auferidas pelos mimos da Google se propagam de forma imediata, em um efeito em rede. Basicamente, o todo dessa economia de tempo decisório é maior do que as partes atarefadas que não precisarão pensar no que haverá para o almoço.

“Algumas vezes, em dias especialmente atarefados, eu tenho reuniões com colegas, e continuamos a conversa enquanto esperamos na fila da comida e enquanto comemos – e trinta minutos depois eu estou de volta às escadas do escritório, sem perder o ritmo.”

Isso sem falar na cafeína sagrada do dia a dia. “Finalmente, é óbvio que o café é uma vantagem essencial... melhor dizendo, é um direito constitucional!” Nada mal. Ao restante dos mortais, resta lavar a roupa e comer macarrão instantâneo entre uma reunião e uma fila de banco.

Fonte: Quora

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.