Facebook procura engenheiro para produzir seu próprio chip

Por Wagner Wakka | 19 de Abril de 2018 às 09h59
TUDO SOBRE

Facebook

O Facebook está à procura de engenheiros para trabalhar com seus próprios chips. Nesta quarta-feira (18), Yann LeCun, chefe da área de inteligência artificial do Facebook, postou uma vaga de emprego no Twitter, procurando por engenheiros com experiência em circuitos integrados de aplicação específica e gateways programáveis.

A vaga descreve o seguinte:

“O Facebook está buscando um engenheiro de design de silício para se juntar à nossa equipe de infraestrutura. Estamos à procura de candidatos com experiência em arquitetura e design de ASICs semipersonalizados e totalmente personalizados. A função envolve a avaliação, desenvolvimento e condução de tecnologias de próxima geração no Facebook. O candidato precisaria trabalhar com engenheiros de software e de sistema para entender as limitações do hardware atual e usar seus conhecimentos para criar soluções personalizadas voltadas para várias verticais, incluindo AI/ML, compactação e codificação de vídeo. Este emprego é em tempo integral no nosso escritório de Menlo Park”.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

No post, LeCun ainda comenta que “costumava ser um designer de chips”.

O fato compactua com uma publicação da Bloomberg, que citou uma fonte interna da rede social dizendo que a empresa estaria investindo na produção de chips próprios. A vaga para trabalhos com circuitos integrados de aplicação específica, ou ASIC, se refere a design de chip com finalidades muito bem definidas.

Uma das funcionalidades para chips desse tipo seria a personalização com foco em data centers do Facebook. Alphabet e Microsoft não só economizaram na produção deste tipo de hardware como vendem a tecnologia atualmente. Um mercado promissor em se tratando do alto desenvolvimento de tecnologias em nuvem.

Fonte: Facebook Blog, Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.