Dell quer ter time 50% de mulheres e 40% em cargos de confiança até 2030

Por Wagner Wakka | 13 de Novembro de 2019 às 09h55
Divulgação
Tudo sobre

Dell

Saiba tudo sobre Dell

Ver mais

A Dell quer tornar seu espaço de trabalho mais igualitário em gênero. A empresa publicou seus planos para a nova década e um dos objetivos é fazer com que metade dos seus trabalhadores, mundialmente, seja de mulheres até 2030. Além disso, ela quer elevar a 40% o total de executivas em cargos de liderança.

Segundo próprio documento interno da Dell sobre diversidade e inclusão de 2019, atualmente, a empresa conta com 30% somente de mulheres. Em cargos de liderança, elas aparecem somente em 23%. Apesar dos objetivos, a empresa ainda não informou como pretende mudar este panorama.

A lista também traz outras importantes mudanças, principalmente relacionadas à etnia. Ela quer elevar também o número de funcionários afrodescendentes, além de hispânicos, para a casa de 25% do total, e 15% das posições de gerência.

Outra novidade é expandir a educação de seus funcionários sobre segurança interna. Assim, a companhia pretende fazer treinamentos com 95% do time sobre problemas de viés inconsciente e assédio.

Este é um problema que a indústria carrega na totalidade, não só a Dell. Segundo relatório do Kapor Center, mais de dois terços dos trabalhadores são homens, sendo que 69% se considera branco.

Além de questões de gênero e etnia, a Dell também apontou que um dos objetivos é direcionar esforços para o meio ambiente. Uma das ideias é reciclar um produto equivalente toda vez que um consumidor comprar algo. Ainda, a companhia quer usar embalagens 100% recicláveis em seus produtos até 2030.

A lista completa está disponível no site da Dell.

Fonte: Dell Corporate, Kapor Center  

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.