Um ano após fim do MegaUpload, Kim Dotcom lança o Mega; conheça o serviço!

Por Redação | 19.01.2013 às 02:19 - atualizado em 21.01.2013 às 09:37

É hoje! Depois de um ano de espera, Kim Dotcom lançou seu novo serviço de hospedagem de arquivos, o Mega, com uma super coletiva de imprensa em sua mansão, localizada na Nova Zelândia. E se você é usuário de serviços como Dropbox, Google Drive, Skydrive ou qualquer outro semelhante, é bom ficar de olho no que está por vir. Dotcom já avisou, há algum tempo, que a novidade chegaria para revolucionar a hospedagem online e os primeiros dados são realmente impressionantes. Qualquer usuário poderá ter 50 GB de espaço gratuito, e se ainda precisar de mais, poderá optar por planos que variam de 9,99 Euros mensais por 500 GB, passando por um pacote médio de 19 Euro e 2 TB de armazenamento, até o plano top, de 29,99 Euros mensais por 4 TB.

mega

De acordo com o cronograma publicado pelo Techcrunch, o Mega deve, em breve, contar também com funcionalidades para dispositivos móveis, além de serviços de mensagem instantânea e até editores à la Microsoft Office. Essa parte do projeto precisou ficar para um segundo momento, pois a equipe não teve tempo de desenvolvê-la por completo até a data de hoje.

Mega

No Twitter, Kim Dotcom não para de comemorar a novidade. "Wow, de 0 a 10 Gbps bandwidth utilizados em apenas 10 minutos!". Logo em seguida, disse "Já temos 100 mil usuários cadastrados em menos de uma hora. Startup que cresceu mais rápido na história da internet? #mega". Jornalistas e early adopters que já tiveram acesso ao Mega afirmam que o layout lembra uma versão simplificada do Dropbox. Há uma pasta para selecionar ou arrastar os arquivos, assim como uma caixa de entrada e uma barra de contatos.

Mas não fique empolgado ainda: se você tentar acessar o site, é bem provável que receberá uma mensagem de que o site está sobrecarregado. "Demanda absurda. Inacreditável. Estou tão feliz. Muito obrigado por usar o #Mega", disse Dotcom.

Apesar do domínio pertencer à Nova Zelândia, o novo Mega será hospedado por centenas de empresas diferentes em todas as partes do mundo - com exceção dos EUA. Dotcom explica que há parceiros de todos os tamanhos, desde empresas oferecendo apenas três servidores até imensos data centers com grande poder de escalabilidade, capazes de segurar uma eventual explosão de acessos nos próximos dias.

Será que estamos prestes a acompanhar uma nova novela no mundo da tecnologia? Será que a indústria do entretenimento vai deixar isso barato? É o que veremos nos próximos dias. Kim Dotcom se gaba de liderar "a startup de tecnologia com a melhor assessoria jurídica do planeta". Ao lado dele está um time de advogados contratado a peso de ouro. Um deles é Paul Davison, conselheiro da Rainha Elizabeth e apontado como o mais caro advogado do mundo. Outros três grandes escritórios que cuidam de diferentes aspectos jurídicos completam o quadro. E eles devem ter muito trabalho pela frente: um dos diferenciais do Mega é a criptografia do material hospedado. O que por um lado garante a segurança das informações, por outro permite que a pirataria ou até mesmo o cybercrime e a pornografia infantil ganhem um ambiente bastante propício para se desenvolverem.

mega

O palco, montado no quintal da mansão Dotcom, já está pronto para o anúncio. Que venha o Mega! (Créditos: Twitter / Kim Dotcom)