Bill Gates critica iniciativa do Facebook de conectar próximo milhão de pessoas

Por Redação | 04 de Novembro de 2013 às 13h04

Para o fundador da Microsoft, oferecer conexão de Internet não é algo que vai resolver os problemas do mundo. Em uma recente entrevista ao Financial Times, e publicada na última sexta-feira (01), Gates deu mais uma alfinetada nos planos do fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, de levar Internet para cinco bilhões de pessoas.

"Eu certamente adoro essas coisas de TI", disse Gates. "Mas quando estamos falando de melhorias de vidas, você precisar lidar com algo mais básico, como mortalidade e nutrição infantil."

Enquanto o Google e o Facebook criaram uma missão de levar Internet para as nações emergentes, Gates está mais preocupado com as prevenções de doenças. Essa mentalidade bate de frente com os planos das duas empresas. "Ótimo, vá aos centros Infosys de Bangalore, mas basta andar alguns quilômetros que você irá encontrar pessoas vivendo sem banheiros e sem água corrente," disse o fundador da Microsoft.

Essa não foi a primeira vez que Gates criticou os planos do Facebook e do Google. "Quando se está morrendo de malária, você até pode olhar para cima e ver os balões, mas eu não tenho certeza de que isso irá ajudá-lo," disse Gates em outra entrevista ao Bloomberg Businessweek, em agosto.

Além disso, em um recente “Ask Me Anything” do Reddit, Gates conversou sobre os seus objetivos com os trabalhos de caridade. O empresário e filantropo está investindo uma boa parte de sua riqueza na criação de escolas, iniciativas de saúde públicas e soluções que ajudem a diminuir as mudanças climáticas.

Através de sua fundação (The Melinda and Bill Gates Foundation), Gates também já doou cerca de U$ 30 bilhões de sua fortuna pessoal com o objetivo de erradicar doenças, como malária e pólio.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.