Kim Dotcom cancelou festa de aniversário por motivos políticos

Por Redação | 20 de Janeiro de 2014 às 13h05

De última hora, Kim Dotcom decidiu cancelar a Party Party, que aconteceria nesta segunda-feira (20) na Vector Arena, uma casa de shows em Auckland, na Nova Zelândia. O evento serviria não apenas para comemorar o aniversário do fundador do Mega e também o lançamento do Baboom, seu novo serviço de música. Na ocasião, o empresário também anunciaria oficialmente sua entrada na política, com a criação de um partido.

O problema é que tal ato fere as leis neozelandesas. De acordo com a Seção 217 (2) do Ato Eleitoral da Nova Zelândia, citada pelo site Ars Technica, oferecer comida, bebida ou entretenimento com fins políticos é ilegal, pois influencia o voto dos envolvidos. Kim Dotcom foi avisado formalmente, por email e telefonemas, durante o final de semana.

Mais de 25 mil pessoas haviam se registrado no site da Party Party para receber um convite gratuito para a festa. Em um email enviado para todos os cadastrados, Dotcom foi sincero e afirmou que o evento foi cancelado justamente por ferir regras eleitorais da Nova Zelândia, país onde mora desde 2010.

A escolha da data também lembra o segundo aniversário das batidas policiais que resultaram no fim do Megaupload, em 2012. Na época, o FBI conduziu uma operação conjunta com órgãos internacionais para apreender computadores e prender suspeitos. A proximidade com o aniversário de Dotcom foi escolhida já que ele e muitos dos envolvidos na direção do site de downloads estariam na Nova Zelândia para a comemoração.

Em declarações feitas pelo Twitter, o empresário afirmou que seu partido político teria como foco os jovens e o público online, que normalmente não vota nem confia nas palavras dos governantes. A ideia, afirmou ele, é tornar a política “divertida”. Com o cancelamento da Party Party, porém, possivelmente teremos que esperar mais algum tempo para conhecer os planos de Dotcom nesse sentido.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.