Jeff Bezos finalmente revela seus planos para o The Washington Post

Por Redação | 03.09.2013 às 12:50

Há cerca de um mês, o CEO e fundador da Amazon, Jeff Bezos, comprou o jornal The Washington Post por US$ 250 milhões (cerca de R$ 575 milhões). Na noite da última segunda-feira (02), finalmente o jornal publicou uma entrevista com seu novo dono – a primeira desde que o acordo foi anunciado.

Na esperada entrevista, Bezos revelou seu principal plano para o Washington Post. E ele é muito básico. O executivo bilionário disse que vai contribuir em apenas duas coisas com o jornal:

  • Seu ponto de vista. Bezos disse que sua primeira contribuição será trazer o seu ponto de vista para a publicação. O novo dono do jornal disse ainda que o leitor deve vir em primeiro lugar e o Washington Post deve ser inovador. "Nós tivemos três grandes ideias na Amazon e estamos presos a elas por 18 anos, e elas são a razão de sermos bem sucedidos: colocar o cliente em primeiro lugar, inventar, e ser paciente. Se você substituir o 'cliente' por 'leitor', essa abordagem, desse ponto de vista, também pode ser bem sucedida no Post".
  • Apoio financeiro: Bezos figura entre o top 10 dos empresários mais ricos do mundo, e neste ano ocupou o terceiro lugar no ranking dos bilionários do mundo da tecnologia da revista Forbes, portanto, dinheiro não será um problema. Em sua entrevista ao Post, ele disse que oferecerá um apoio financeiro ao jornal durante um longo período em que a gestão pode precisar para encontrar uma fórmula rentável para entregar a notícia.

Entre outras citações, ele disse também que pretende manter seu trabalho diário na Amazon e deixar a equipe de gestão do Washington Post descobrir como executar o jornal da melhor maneira possível. Ele acredita em uma possível nova "Era de ouro" no jornal, que deve acontecer devido à "engenhosidade, criatividade e experimentação da equipe do The Post".

Leia também: O que o The Washington Post pode esperar do seu novo dono, Jeff Bezos?