Cidadania americana custa US$ 39 milhões ao brasileiro cofundador do Facebook

Por André Fogaça | 16 de Maio de 2012 às 14h00
TUDO SOBRE

Facebook

Eduardo Saverin, o brasileiro que ajudou a criar o Facebook juntamente com Mark Zuckerberg, resolveu abdicar à cidadania americana com um objetivo muito claro: não ter que pagar US$ 39 milhões em impostos para o governo local.

Eduardo Saverin

Este montante foi calculado pela consultoria Wealth-X e publicada no jornal britânico The Guardian. Segundo a empresa, Saverin tem apenas 2% de todas ações da rede social, sendo que isso é apenas 1% da fortuna estimada do brasileiro, que está na casa dos US$ 3,9 bilhões - aproximadamente R$ 7,8 bilhões.

Segundo o BloomBerg, a renúncia à cidadania americana aconteceu pouco antes da abertura de capital do Facebook. Analistas apostam que o valor total da rede social é de US$ 100 bilhões. Com a abertura do capital, o brasileiro passou a ganhar mais do que já ganhava, e isso aumentou a quantidade de impostos que pagava para o governo dos Estados Unidos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Com esta mudança de cidadania em mente, por conta dos impostos, imagine o que o brasileiro faria com as altíssimas taxas que pagamos aqui no Brasil.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.