Hideo Kojima explica por que escolheu a Sony como parceira em 'Death Stranding '

Por Redação | 14 de Junho de 2016 às 11h42

O fim desta segunda-feira (13) foi uma noite de grandes emoções para os gamers fãs da Sony: a empresa aproveitou sua apresentação na maior feira mundial de jogos, a E3 2016, para anunciar formalmente a aguardada parceria com Hideo Kojima — designer de jogos conhecido por ser pai da franquia Metal Gear. Durante a conferência da companhia, Kojima apareceu e deu algumas palavrinhas sobre por que decidiu colaborar com a Sony em Death Stranding, o seu mais novo game.

Ele explicou que se sentiu muito feliz com a reação causada pela demo de Silent Hills — disponibilizada para o PlayStation 4 como P.T. — e que por isso recebeu propostas de diferentes lugares após se desligar da Konami e ter seu projeto cancelado.

Death Stranding E3

(Foto: Divulgação/Sony)

Segundo o designer, o motivo de ter negado todas essas propostas e ter aceitado trabalhar com a japonesa no seu novo título é a história que seus trabalhos tem com a empresa. "A Sony tem sido digna de bastante confiança e tem me deixado livre para trabalhar como eu quero, tem sido muito divertido, eu estou animado com isso", disse Hideo Kojima.

O desenvolvedor ainda disse para a stream do portal GameSlice que está testando uma grande variedade de 'motores de jogo' — game engines — para Death Stranding, e que os resultados têm sido muito promissores. Questionado pelos presentes na conferência sobre o que ele pensa dos dispositivos de realidade virtual, Kojima foi mais específico e disse que gosta bastante da ideia. Para ele, "Embora esteja começando com os games, é provável que essa tecnologia atinja níveis que mudem nossas vidas, talvez até revolucionem a medicina."

Caso você tenha perdido a conferência da Sony na íntegra, vale dar uma olhada no que rolou de mais foi importante durante a apresentação.

Via: Gamespot

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.