Tentativas de fraude no Brasil equivalem a R$ 3,6 mil por minuto

Por Redação | 18 de Maio de 2016 às 12h53

Na internet, seu dinheiro pode estar sempre em jogo, e os hackers não param de tentar tirá-lo de você. De acordo com uma pesquisa da ClearSale, as tentativas de fraude no comércio eletrônico brasileiro correspondem a R$ 3,6 mil em potenciais perdas por minuto, com hackers utilizando malwares, engenharia social e outras formas de golpes para tentar fazer compras online nos varejistas do país.

Eles procuram produtos de alto valor e também com grande potencial de revenda. O estudo revelou que os setores mais visados são os de consoles e jogos de video game, com 11% das tentativas, seguidos de telefonia celular, com 10,1%. Na terceira colocação estão os acessórios, com um já distante 6,2%, seguidos dos artigos esportivos (5,7%) e eletrônicos em geral (5,5%).

O estado de São Paulo, região onde se localizam a maior parte dos e-commerces de grande porte, voltou a ser o estado com maior ocorrência de tentativas de fraudes, com 4,07% do total nacional. Entretanto, foi também a região com menor aumento nesse número, no que pode ser uma amostra de que as empresas estão ligadas nesse movimento e fazendo o possível para evitar a ação dos hackers.

Esse mesmo movimento também vale para o Sudeste como um todo, representando 3,9% do total nacional. Dentro da região, na sequência do ranking, está o Rio de Janeiro, com 3,8%, seguido de Minas Gerais, que apresentou um total de 3,7%, e por fim o Espírito Santo (3,4%).

A ClearSale também observou um crescimento significativo nas tentativas de fraude feitas a partir de dispositivos móveis, que chegou a 5,6% do total registrado em todo o país. Aqui, entretanto, os números se invertem, sendo a região Norte com a maior ocorrência desse tipo de ataque (8,6% deles), enquanto o Sul manteve a marca mais baixa, com 3,1%. Via mobile, entretanto, a situação se repete, com os consoles e jogos de video game sendo os mais visados, aparecendo antes de celulares, eletrônicos, produtos de informática (o único a não aparecer no ranking geral) e acessórios.

Apesar de os números parecerem altos, é importante lembrar que, aqui, estamos falando de tentativas. Dos R$ 3,6 mil que os hackers tentaram fraudar por minuto em 2015, não sabemos exatamente quanto resultou em golpes bem-sucedidos, justamente devido à intensificação das mecânicas de segurança das lojas online.

Entretanto, é sempre bom se precaver. Como usuário, você pode tentar ficar de fora dessa estatística tendo antivírus e softwares de proteção sempre ativos e atualizados, tanto no celular e tablet quanto no computador. Evite clicar em links não solicitados ou esquisitos enviados por messengers ou emails, mesmo que eles venham de contatos conhecidos, evite o download e execução de softwares baixados automaticamente e sempre desconfie de ofertas que possam parecer boas demais para serem verdade.

Fonte: ClearSale

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.