Tecnologia aplicada no varejo

Por Colaborador externo | 25 de Novembro de 2017 às 17h40

Por Anselmo Martini*

Não é de hoje que a tecnologia está mudando a maneira como o consumidor interage com as marcas. Para o setor varejista, muitas das inovações que constantemente são desenvolvidas merecem um olhar mais cuidadoso, pois podem representar interessantes oportunidades de negócio.

O advento dessas novas tecnologias, impacta o dia a dia das pessoas a todo momento e, consequentemente, altera a forma como elas consomem. Se antes a preocupação dos lojistas era vender, hoje encaramos um desafio muito maior, que é oferecer a melhor experiência de compra.

Nesse universo multicanal o varejo não tem outra opção senão compreender o comportamento do cliente e avaliar algumas variáveis: quando, como, porque e onde os consumidores fazem suas compras. Também considero importante interpretar influências que pesam na decisão de compra e na escolha do canal, além de maneiras para prever a demanda.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

E é aí que a tecnologia se torna uma grande aliada, as lojas físicas se tornam cada vez mais atraentes, principalmente ao utilizar soluções interativas que mesclam vendas e entretenimento, proporcionando uma melhora significativa na experiência de compra. Por outro lado, o mercado tem sentido um crescimento expressivo nas vendas online.

Segundo a pesquisa Total Retail 2017, desenvolvida pela PwC, uma das maiores empresas de auditoria e serviços profissionais do mundo, o Brasil utiliza mais os dispositivos móveis que nos outros países: 53% dos brasileiros pesquisam produtos online, enquanto a média mundial é de 44%.

Para atender esse nicho, a tecnologia é aplicada de diversas formas, como por exemplo, aplicativos que permitem ao cliente escolher o que deseja consumir antes mesmo de chegar ao local, compras por leitura de QR Code e tecnologias tap and go, para pagamentos sem contato. E é possível explorar ainda mais oportunidades, uma vez que o usuário conectado também consome conteúdo por meio da internet.

E ele ao mesmo tempo que assiste uma série ou filme, também pode ser impulsionado a consumir. Por meio do T-Commerce é possível oferecer ao telespectador uma plataforma que, com apenas um clique, permite comprar os produtos exibidos nos programas sem ter a necessidade de sair do canal ou do conteúdo que está assistindo.

Apesar de ser algo novo e desconhecido por muitos, essa pode ser uma ferramenta e oportunidade para que os e-commerces, junto com as empresas, sejam elas emissoras, serviços de streaming, lojas virtuais e produtores de conteúdo independente, maximizem sua receita.

É claro que algumas tecnologias tendem a demorar um pouco mais para serem assimiladas pelos consumidores e até pelo próprio mercado, mas é importante ter em mente que líderes de setor surgem e tendências são ditadas a partir do momento em que se arriscam. Vale reforçar que atualmente a palavra-chave é inovação e investir em novas tecnologias ou soluções melhoradas pode ser o salto para se destacar em um mercado que está em constante mudança e cada dia mais competitivo.

E aí, o que você está esperando para inovar?

*Anselmo Martini é Vice-Presidente de Marketing Global do grupo CinemallTec, responsável pela plataforma Cinemall.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.