Plataforma de moda quer conectar criadores e clientes

Por Felipe Demartini | 21 de Maio de 2015 às 18h29

Lançada em fevereiro de 2015 na cidade de Curitiba, a Mutandis chegou com uma missão um tanto quanto ousada: mudar o panorama da moda no Brasil. A plataforma, focada no comércio eletrônico e em sistemas B2B, tem como objetivo ligar diretamente clientes e criadores do setor, além de conectá-los a setores de fabricação e distribuição. Tudo com o objetivo de fomentar o mercado nacional.

Para o idealizador da plataforma, Henrique Cabral, a iniciativa vem como uma forma de fomentar a indústria autoral e dar mais espaço para os criadores brasileiros, sejam eles focados em um nicho ou não. A ideia de transformar as coisas aparece já no nome, derivado da expressão em latim “mutatis mutandis”, que quer dizer “mudando o que tem de ser mudado”.

Mais do que isso, o objetivo aqui é privilegiar os talentos nacionais que, na visão da Mutandis, acabam soterrados em meio a produtos massificados e de pouca inovação, muitas vezes importados. “Pretendemos ampliar a exposição de talentos da moda de forma qualitativa, e não quantitativa. Em grande parte, a supervalorização do que vem de fora se dá pelo desconhecimento do que nós mesmos somos capazes de produzir”, conta Cabral.

Mutandis

Henrique Cabral, idealizador do Mutandis, no evento de lançamento em Curitiba.

A ideia é revolucionar, mas esse esforço vem baseado em números. De acordo com dados do E-bit, a categoria de moda representou 19% do volume total de pedidos realizados no comércio eletrônico brasileiro ao longo de todo o ano passado. Ao mesmo tempo, são 140 escolas de design e estilismo em todo o Brasil, com 1,2 mil profissionais formados todos os anos. Todos, potencialmente, dispostos a criar trabalhos próprios e autorais. Por outro lado, são poucos que efetivamente conseguem um espaço no mercado.

É justamente daí que vem o segundo pé do Mutandis. Além de apresentar um sistema no qual os criadores podem apresentar – e vender – seus produtos para o mundo, a plataforma também funciona como uma rede de contatos, capaz de colocar os envolvidos a um clique de distância da cadeia de produção, outro fator indispensável para que as peças autorais possam, efetivamente, chegar às mãos dos consumidores.

A partir disso, também, vem a presença ativa junto à comunidade da moda, que os responsáveis pelo Mutandis chamam de “legião de criadores e criativos”. Hoje, são cerca de 100 pré-cadastrados na plataforma, entre marcas já consolidadas e iniciantes de olho em uma oportunidade nesse mercado. Todos já podem criar seus perfis e produtos, e contam com um suporte para que tudo esteja funcionando bem em junho, quando deve ocorrer a abertura para o público.

Mutandis

Até lá, entretanto, é hora de trabalhar. Cabral e sua equipe têm participado ativamente de eventos não apenas para divulgar a plataforma, mas também para falar sobre negócios e conscientizar as pessoas sobre o valor do trabalho autoral. Ele comemora os resultados, que já estão transformando o sistema em referência no assunto. “Nós recebemos muitos elogios e mensagens que nos estimulam. A Mutandis representa uma mudança de paradigma na forma de trabalhar e vender moda, e uma oportunidade para muitos criadores”, diz.

Os cadastros estão abertos pelo site oficial, tanto para o público em geral, quanto para criadores, membros da indústria ou prestadores de serviço.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.