Mercado Livre lança serviço de assinaturas de produtos

Por Felipe Demartini | 02 de Abril de 2018 às 10h39
Mercado Livre
Tudo sobre

Mercado Livre

Cumprindo um anúncio feito originalmente em fevereiro, o Mercado Livre lançou neste domingo (01) seu programa de assinaturas que permite a compra recorrente e programada de produtos de dezenas de categorias. De acordo com o e-commerce, mais de 500 mil anúncios fazem parte do lançamento da novidade, com todos os vendedores elegíveis sendo incentivados a embarcarem na nova modalidade.

O destaque da iniciativa está nos produtos domésticos, como alimentos, bebidas, produtos de limpeza ou itens para beleza, higiene e cuidado pessoal. Além disso, fraldas, suplementos musculares, géis para massagem e itens para animais, como rações, também fazem podem ser assinados, em um sistema que não gera custos adicionais para vendedores ou usuários.

Os comerciantes que desejarem atrair clientes poderão aplicar descontos de até 10% em seus produtos como forma de chamara a atenção dos assinantes. Enquanto isso, os compradores realizam toda a transação como uma compra normal no Mercado Livre, com frete grátis quando existente e configuração simples do período de envio dos produtos. O mesmo vale para o cancelamento da periodicidade, em que não são cobradas taxas adicionais.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Isso se deve ao modelo aplicado pelo Mercado Livre, o que permitiu que o marketplace escapasse das tributações aplicadas a clubes de assinaturas, por exemplo. Aqui, não há contratação de um serviço desse tipo, mas apenas a programação de compras de um determinado item – na prática, o que acontece é apenas uma entrega agendada de produtos, com cobrança automatizada, e não a participação em um programa específico.

Critérios e funcionamento

Todos os vendedores do Mercado Livre podem entrar no programa de assinaturas desde que, claro, façam parte das categorias elegíveis. Eles devem enviar um e-mail para [email protected] solicitando inclusão no programa e receberão todas as informações para indicação dos produtos que desejam comercializar com a nova dinâmica.

Outros critérios precisarão ser seguidos, além da categoria do item em si. É preciso que o lojista tenha reputação verde na plataforma, o que indica um bom atendimento e altos índices de satisfação dos clientes, mais de dez unidades do produto a ser vendido em estoque e utilização da plataforma Mercado Envios para frete.

Caso exista alguma mudança nas categorias de produto assinado, como alterações no preço ou características, os usuários serão alertados em até 48 horas antes da cobrança, de forma que possam realizar o cancelamento da assinatura. Nesse caso, o Mercado Livre também indicará vendedores semelhantes para que, quem sabe, o cliente possa manter a programação com outro lojista.

O cancelamento também poderá ser feito a qualquer momento desde que, claro, um novo débito não tenha sido realizado – neste caso, o comprador receberá o produto no endereço registrado. A desistência também pode ser informada sem taxas, assim como o esgotamento de um item não implicará em sanções aos vendedores, bem como a saída do programa de assinaturas, com os usuários sendo informados por e-mail e, também, recebendo indicações de lojistas que possam ter o artigo desejado.

Para o Mercado Livre, as compras recorrentes estão entre as tendências do comércio eletrônico para o futuro, pois poupam tempo e idas ao supermercado, além de economia financeira. Na visão do marketplace, o lançamento do programa de assinaturas o coloca na crista dessa onda, oferecendo esse tipo de solução para os clientes antes mesmo de ele se tornar uma prática padronizada – algo que, na visão da empresa, não deve demorar muito para acontecer.

Fonte: E-commerce Brasil

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.