Black Friday: 22% das reclamações foram de propaganda enganosa, diz relatório

Por Redação | 15 de Dezembro de 2016 às 10h36
photo_camera Divulgação

O Reclame Aqui liberou nesta terça-feira (13) seu relatório que indica as principais queixas dos consumidores registradas durante a Black Friday, no período de 24 a 28 de novembro deste ano. Para a surpresa de poucos, 22% das queixas são relacionadas à propaganda enganosas.

Além da propaganda enganosa, figuraram no Top 5 divergência de preços (15%), problemas na hora de fechar a compra (12%), indisponibilidade de produto (7,6%) e promoções (6,6%).

Além dos maiores problemas na Black Friday deste ano, o relatório revela quais foram os produtos mais reclamados durante o período apurado (Reprodução: Reclame Aqui)

Apesar dos índices, o Reclame Aqui concluiu que houve uma queda significativa no número de reclamações registradas nas primeiras horas da véspera e na madrugada e manhã da Black Friday no comparativo com o ano passado. "O fato pode indicar que parte dos consumidores optou, nas primeiras horas, por pesquisar e realizar compras com mais cautela", teorizou o relatório.

Nos dias seguintes a quantidade de queixas continuou inferior que em 2015. A exceção foi a segunda-feira, dia 28, quando pipocaram reclamações devido aos cancelamentos de compras pela Adidas. Na época, o site da marca esportiva listou todos seus produtos por R$ 129, o que levou a uma enxurrada de pedidos na Black Friday. Dois dias depois, os consumidores foram notificados que todas as compras haviam sido canceladas e que a confusão foi causada por "problemas operacionais".

Para finalizar, o Reclame Aqui mapeou as queixas e identificou quais lojas tiveram mais citações positivas ao longo do evento.

A maioria das reclamações foi feita pela região Sudeste. Regiões Nordeste e Sul vêm na sequência, fechando o Top 3 (Reprodução: Reclame Aqui)

A região Sudeste foi a que mais reclamou, totalizando 68% de todas as queixas. Em segundo lugar ficou a região Nordeste (12%) e em terceiro a Sul (12%). O Centro-Oeste registrou 7% das queixas, enquanto o Norte foi responsável por apenas 1% das reclamações. Mais curioso que isso só o fato de o Acre não ter protocolado nenhuma reclamação no período apurado.

De acordo com o relatório, o Magazine Luiza foi a loja com mais menções positivas no período apurado (Reprodução: Reclame Aqui)

Quanto às lojas mais bem-avaliadas pelos consumidores, o destaque foi para o Magazine Luiza, que recebeu 835 citações positivas no período. O segundo lugar ficou com a Kabum!, e a Gol ficou em terceiro.

Via Reclame Aqui

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.