A pizzaria da esquina, agora no seu celular

Por Felipe Demartini | 29.05.2015 às 08:42

O mundo dos aplicativos e da internet em todo lugar trouxe uma grande comodidade para quem gosta de praticidade ou evita falar ao telefone. Agora, não é mais preciso fazer isso para pedir o jantar, uma tarefa que pode ser feita com apenas alguns toques na tela. Assim, reduz-se a possibilidade de erros e até o pagamento pode ser feito online. Mas como ficam as pizzarias de bairro, aquelas cujos donos são tradicionais ao extremo, diante dessa nova onda tecnológica?

É justamente essa resposta que o aplicativo 99Pizzas deseja dar. Ele permite que até mesmo estabelecimentos que não tenham conexão com a internet possam receber pedidos pela rede por meio de aplicativos e façam a entrega na casa de seus fregueses. A mágica acontece por meio de um sistema automatizado que, após receber uma ordem do app, telefona para a pizzaria e passa todos os dados necessários para o pedido.

De acordo com Igor Rodrigues, um dos idealizadores da solução, a ideia é permitir que até mesmo as pizzarias mais artesanais, localizadas nos bairros, possam participar da onda dos deliveries online. Assim, o aplicativo garante que até mesmo os menores restaurantes, que atendem apenas às redondezas, estejam em pé de igualdade com as maiores franquias do ramo e também possam atender aos clientes de longa data.

Para comprovar sua ideia, a equipe do 99Pizzas aponta dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, que dizem que o mercado de delivery no Brasil deve movimentar R$ 9 bilhões apenas em 2015. E, desse total, cerca de 25% é constituído apenas por pizzas, uma preferência cada vez maior dos brasileiros.

Com o aumento do uso de aplicativos para esse fim, então, fica formada uma boa oportunidade para uma operação desse tipo. A ideia parece ter dado certo. Desenvolvido do zero e lançado em março, ainda em estágio Beta, o 99Pizzas já acumula mais de mil pizzarias cadastradas, um número que promete crescer ainda mais agora que o aplicativo está disponível a todo o público. O download, claro, é gratuito e a solução está disponível para os sistemas operacionais Android e iOS.

Igor explica que, apesar da inovação de contar com um sistema automatizado que faz ligações para as pizzarias, o modelo de pagamentos é tradicional. Um percentual sobre cada pedido feito é cobrado dos estabelecimentos, como na maioria dos serviços desse tipo, e são os próprios restaurantes que solicitam o cadastro no serviço, independente da cidade ou região em que estejam localizados.

Trabalhando lado a lado

99Pizzas

Para chegar até aqui, porém, a equipe do 99Pizzas tem investido em um relacionamento muito próximo com seus parceiros atuais ou em potencial. Afinal de contas, se a ideia é investir nos estabelecimentos tradicionais, também é preciso se aproximar deles de uma maneira diferente da usada hoje pelas plataformas do setor, já que seus donos podem não ter intimidade com a tecnologia nem acessarem a internet com frequência.

Para atender a todo tipo de público, o 99Pizzas atua de diversas maneiras. Por meio de campanhas em mídias sociais, por exemplo, os potenciais parceiros que não possuem acesso à rede no estabelecimento – mas usam a internet por meio do celular ou em casa – podem conhecer a plataforma e se cadastrarem.

Já para os que não fazem parte da onda da vida digital, o app possui uma equipe que entra em contato direto, fazendo a oferta do serviço e explicando todas as vantagens. Em ambos os casos, todo o processo é feito por telefone, já que mesmo aqueles que realizam a inscrição por meio do site oficial recebem ligações para que possam fazer a efetiva entrada no serviço, solucionar dúvidas e configurarem tudo o que for necessário para começar a funcionar.

“As pizzarias [também] ajudaram em todo o processo de desenvolvimento do produto”, explica o idealizador. Igor conta que praticamente todas as etapas, desde o protótipo inicial da aplicação até a velocidade de leitura dos pedidos pelo sistema automatizado, foram realizadas conforme a resposta das pizzarias que participaram dos testes Beta. Novidades também foram indicadas pelos participantes e ainda devem ser implementadas, como, por exemplo, a inclusão de promoções ou combos especiais de pizzas e refrigerantes.

Na fase inicial, foram 200 pedidos realizados pelo 99Pizzas, mas os responsáveis pelo app querem muito mais do que isso. “Nossa meta é chegar a 50 mil até o final de 2015, além de expandir o número de utilizadores”, explica Rodrigues. “Criamos uma empresa voltada para pizzarias e nossa proposta é focar neste público para poder entregar a melhor experiência possível a nossos usuários e [parceiros]. Atendemos [um segmento] que acreditamos ser muito grande e cujo fluxo de negociação é bem particular”.

Justamente por isso, os idealizadores da aplicação não pensam em expandir seus serviços para outros segmentos alimentícios, abrindo as portas para restaurantes de estilos variados. O objetivo é mesmo focar nas redondas e, acima de tudo, fazer pela pizzaria tradicional o mesmo que outros apps já estabelecidos no mercado já realizam – dar um incremento de cerca de 20% no total de pedidos realizados pelos clientes.