Velocidade: questão fundamental no e-commerce

Por Colaborador externo | 18 de Março de 2015 às 08h44
photo_camera RBW

Por Rodrigo Schiavini*

Você não se irrita quando um site demora para carregar? Pode ser que nem leve tanto tempo assim, mas hoje existem sites com velocidade de carregamento das páginas tão superior que tornam os demais lentos e ultrapassados. No e-commerce isso não é diferente. Os usuários estão sempre com pressa; desejam encontrar rapidamente aquilo que procuram e fechar a compra em poucos cliques. Perder tempo esperando as páginas carregarem definitivamente não faz parte dos seus planos.

Pode não parecer, mas poucos segundos fazem toda a diferença. Veja esse exemplo e repare como a lentidão “incomoda”.

A verdade é que a velocidade de carregamento de um site influencia na experiência de compra do usuário. Existem pesquisas que mostram que o consumidor não deseja esperar mais do que três segundos para o carregamento de um site. Além disso, as pessoas tendem a perder a atenção em sites lentos – elas podem se dispersarem e não efetuarem a compra. Não proporcionar velocidade significa, portanto, perder uma venda em potencial.

Do mesmo modo, ter uma loja virtual rápida traz uma experiência agradável. O cliente se sente à vontade e entende que ali irá ganhar tempo. A velocidade, no entanto, deve vir acompanhada de uma plataforma de e-commerce que facilite a navegação, de um layout amigável e de um sistema de busca eficiente. E, claro, o fechamento da compra deve ser o mais simples e rápido possível. Isso é oferecer uma experiência de compra completa e é o que diferencia um e-commerce de sucesso de outros que não conseguem firmar-se no mercado.

Existe, ainda, outra vantagem de ter uma loja virtual rápida. O Google posiciona melhor sites com maior velocidade de carregamento, pois considera que sites mais rápidos deixam os usuários mais contentes e satisfeitos com os resultados de suas pesquisas. E estar bem posicionado no Google é bastante significativo quando falamos de e-commerce.

Agora você pode se perguntar: “como fazer para ter uma loja virtual veloz?”. O varejista virtual deve observar bem as especificações da plataforma de e-commerce que utiliza e as configurações de sua loja virtual. Neste contexto, uma boa plataforma será aquela que equilibrar bem a velocidade de carregamento da loja no browser, a quantidade de arquivos (JPG, GIF, PNG, Java Script e CSS) e a quantidade de arquivos em bytes. Isto é, terá boa performance quem conseguir trabalhar com o peso dos arquivos e com a quantidade de requisição de arquivos ao servidor, mantendo, claro, a qualidade de apresentação do site.

Sempre falamos que o e-commerce é um setor que está em constante evolução. E a evolução de uma loja virtual passa pelo quesito velocidade. Afinal, ela diz respeito à experiência de compra do usuário, que é o grande foco do nosso setor e o segredo para quem deseja conquistar um sucesso sustentável no mercado.

*Rodrigo Schiavini é diretor de produtos da FBITS eCommerce One Stop Shop. Possui MBA em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas. Experiência em comércio eletrônico para grandes marcas dos mais variados segmentos – eletroeletrônico, vestuário e moda, educação, saúde, entre outros.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.