Problemas de infraestrutura devem prejudicar comércio eletrônico em 2014

Por Redação | 29 de Novembro de 2013 às 12h10

Quem está tentando aproveitar as ofertas da Black Friday, nesta sexta-feira (29), está sofrendo com problemas de indisponibilidade e erros em sites de compra. Essa é apenas a ponta de um iceberg que, somado à falta de infraestrutura, deve prejudicar todo o mercado de e-commerce brasileiro no ano que vem.

A previsão é do diretor-geral do 3º Seminário Nacional de Comércio Eletrônico, Meios de Pagamento e Negócios da Web, Marcelo Castro. Falando durante o evento, ele apontou que os problemas começarão já no primeiro semestre de 2014, com os atrasos na entrega sendo o principal fator.

A expectativa é que o mercado brasileiro de comércio eletrônico acumule R$ 30 bilhões e cresça cerca de 28% a mais neste ano, em relação a 2012. A estrutura envolvida no processo, porém, não acompanha essa subida na demanda e problemas logísticos, como as condições das estradas e a falta de segurança nas remessas, podem causar stress para os consumidores.

Castro aponta ainda que a chegada de concorrentes internacionais, ou a compra em sites de fora do país por brasileiros, também deve ser levada em conta. Na visão dele, a crise nos países da Europa e América do Norte tornam o nosso mercado cada vez mais atrativo e é preciso garantir um serviço de qualidade para evitar que os consumidores “fujam” para outros mercados.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.