Diretor de varejo do PayPal deixa cargo

Por Redação | 05.02.2015 às 12:15

Falta pouco para que o PayPal se torne uma empresa individual, se desligando de vez do eBay e atendendo a um pedido antigo do mercado e de seus acionistas. Mas isso não significa que a transição esteja sendo tranquila, já que, nesta quinta-feira (05), veio a informação de que Don Kingsborough, o diretor de varejo da companhia de pagamentos, deixou seu cargo no final do mês de janeiro.

As informações foram publicadas pela Reuters, mas de acordo com a agência, não se sabe ao certo porque ele abandou a companhia. As especulações, claro, apontam para mudanças gerenciais oriundas justamente dessa divisão entre as companhias, que devem resultar na demissão de 2,4 mil pessoas, ou cerca de 7% da força de trabalho combinada do PayPal e eBay.

Kingsborough esteve por trás de um movimento que, na opinião de analistas, foi fundamental para que o sistema de pagamentos chegasse ao patamar de hoje. Foi ele quem liderou o movimento da empresa rumo ao setor de varejo, disponibilizando o PayPal não apenas em milhares de sites de vendas na internet, mas também obtendo uma “forte presença” nas lojas físicas, principalmente após a chegada de aplicativos para celular e, mais recentemente, das plataformas NFC para cobrança em restaurantes e lojas.

Nesse sentido, a parceria com a Samsung também foi fundamental, já que a companhia coreana incluiu o PayPal como seu principal parceiro no sistema de pagamentos por biometria, disponível no Galaxy S5. Ainda estamos longe de substituirmos os cartões de crédito, claro, mas a empresa está, já há alguns anos, dando passos para que isso se torne realidade em médio prazo.

É justamente por isso que veio a pressão de separar o PayPal e o eBay. Apesar de andarem lado a lado como um dos principais sites de leilões do mundo e sua solução confiável de pagamentos, já faz algum tempo que o segundo se desvencilhou do primeiro e começou a andar com as próprias pernas. Analistas acreditam que o valor da companhia, hoje, é de US$ 40 bilhões e que esse processo de spin-off apenas ajudaria esse total a crescer.

O eBay confirmou a saída de Kingsborough do caso, mas não entrou em detalhes sobre os motivos para isso. Em entrevistas, o executivo havia demonstrado certa frustração com os resultados de sua empreitada no varejo. Apesar dos bons resultados, ele já havia dito que gostaria de fazer mais para ampliar a penetração do PayPal nas lojas físicas, principalmente fora dos Estados Unidos.

A separação entre o site de leilões e o meio de pagamentos já está em andamento e deve ser concluída em meados deste ano.