Como o desempenho de seu portal pode contribuir com suas vendas?

Por Colaborador externo
photo_camera RBW

* Por Diego Laranjeira

Por anos as compras online foram um grande tabu para os consumidores brasileiros. Felizmente, esse fantasma tem sido superado pelo segmento de e-commerce, que cada vez mais ganha espaço no dia a dia do brasileiro. O Natal de 2013 é exemplo disso: o setor de vendas online movimentou R$ 4,3 bilhões entre os dias 15 de novembro e 24 de dezembro, representando um crescimento de 41% em relação ao mesmo período do ano anterior, segundo a E-bit, empresa especializada em informações do setor.

Com tamanha oportunidade em mãos, as empresas de comércio eletrônico devem estar atentas à atração e retenção de consumidores. Mais do que em qualquer outro ramo, a tecnologia é peça fundamental nisso tudo, uma vez que sustenta o negócio integralmente. E você, profissional do segmento, tem feito o que neste sentido para otimizar o faturamento de sua companhia?

O desempenho online deve ser personagem principal de sua estratégia, pois está diretamente ligado à taxa de abandono de um site, o que pode fazer com que suas vendas caiam significativamente. Atualmente, 60% das pessoas saem dos sites em até 5 segundos. Paralelamente, ao diminuir 1 segundo do tempo de carregamento da página há um aumento de 9% nas vendas. O que antigamente era diferencial, agora é característica básica de sobrevivência.

Prover agilidade ao seu portal não é tarefa fácil. Ainda mais ao considerar outros fatores fundamentais que devem acompanhar essa característica: segurança e suporte aos picos de demanda, muito comuns em datas comemorativas, como a Black Friday. Tudo isso exige uma rede CDN – que provê a distribuição do conteúdo do portal – de alta capacidade e que pede muito investimento, relacionamento com operadoras, data centers, muita capacidade e segurança para o e-commerce e seu cliente. Algo praticamente impossível de ser feito pela própria empresa.

A resposta está na terceirização. Felizmente, o mercado oferece opções eficientes e acessíveis de ferramentas de aceleração de sites. Elas contribuem para que a empresa online se dedique ao core business, sem preocupações com infraestrutura e questões técnicas. Uma solução completa provê tecnologia de ponta e resultados relevantes para seu e-commerce:

Cache de conteúdo: o primeiro usuário que solicita um conteúdo faz com que o servidor de borda que está o atendendo busque esse conteúdo no servidor de origem de seu site, entregando imediatamente a informação para o usuário que a requisitou. Os próximos usuários que fizerem essa mesma requisição serão servidos diretamente pelo servidor de borda, que já armazenou esse conteúdo. Isso provê agilidade no acesso ao portal.

Aumento de desempenho e disponibilidade: a adoção de uma rede descentralizada de servidores permite a distribuição de conteúdo e de aplicações muito próxima aos usuários finais, estendendo a arquitetura centralizada de hospedagem. Ainda, a rede distribuída permite identificar e contornar possíveis problemas na internet, aumentando a disponibilidade do seu conteúdo.

Capacidade sob demanda, com suporte a picos de tráfego e proteção contra ataques DDoS: a plataforma pode absorver qualquer demanda, pois detecta o aumento de tráfego e distribui a demanda dentro da rede, mantendo a qualidade da entrega de conteúdo em qualquer condição. Os ataques DDoS são feitos por meio de um elevado volume de acessos e, por isso, são evitados por meio do suporte aos picos de acesso.

Ampla distribuição de infraestrutura: um algoritmo inteligente de roteamento conecta cada visitante único de seu site ao servidor ideal para atendê-lo, localizado, na maioria das vezes, dentro do provedor de acesso à internet desse consumidor. Essa conexão ocorre na camada de DNS e de forma instantânea para saber qual servidor da rede irá melhor atendê-lo. Para isso, são levados em consideração padrões de tráfego, latência, localização do usuário, carga nos servidores e problemas de rede.

Disponibilidade de conteúdo: a plataforma oferece controles que aumentam a disponibilidade do seu conteúdo quando, por exemplo, seu servidor de origem não responde ou quando há problemas de rota.

SLA: 100% de disponibilidade da plataforma, graças à redundância.

Com tudo isso, você chega ao objetivo principal do comércio eletrônico: vendas com redução de custo. Isso se dá pelo aumento da taxa de conversão, que transforma acessos em vendas por evitar que seu consumidor saia de seu portal antes da conclusão da compra. Além de prover agilidade, uma plataforma robusta possibilita que você ofereça conteúdo atrativo sobre seus produtos, com alta capacidade para vídeos, imagens e texto. Já a redução de custo fica por conta principalmente da economia de banda, item com valor mais elevado em uma infraestrutura de vendas online.

A necessidade do uso de aceleradores de site não é exclusividade dos pequenos portais. Quanto maior é, mais acessos recebe e maior é a robustez necessária. A Polishop, por exemplo, otimizou em 3 segundos o tempo de carregamento de sua página após investir em sua plataforma. Ainda, reduziu seu consumo de banda do data center em 45%.

O e-commerce é um segmento extremamente dinâmico, com concorrência acirrada, consumidores exigentes e muitos desafios. Por isso, a atenção ao desempenho de seu portal é vital para os bons resultados. Para o consumidor, a facilidade da compra é similar à da troca de loja. Pense nisso.

*Diego Laranjeira é atualmente Business Developer da Distribui, empresa de soluções de web performance para organizações de pequeno e médio porte.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.