Veja como acelerar a inicialização do seu PC com Windows 10 com esta dica

Por Sérgio Oliveira RSS

Windows 10

Quem nunca deixou o computador dormindo ou hibernando durante a madrugada só para não ter de passar por todo aquele processo de inicialização que consome preciosos minutos na manhã seguinte? São inúmeras as pessoas que fazem isso e nós inclusive já debatemos extensivamente os prós e os contras dessa prática aqui no Canaltech

A verdade é que o Windows 10 trouxe consigo um recurso que pode ajudar os mais apressados a economizar energia ao desligar o computador e mesmo assim ainda ter uma inicialização super-rápida no dia seguinte. Trata-se da "Inicialização Rápida", uma novidade que fica bem escondida nas opções de energia do sistema operacional, mas que pode ser ativada por qualquer um que fuçá-lo com mais afinco. 

No tutorial de hoje, ensinamos não só a ativar esse recurso como também explicamos o que exatamente ele faz por debaixo dos panos para tornar a tediosa inicialização do Windows mais rápida e indolor. 

Vamos começar ativando a "Inicialização rápida". Siga os passos abaixo e corra para o abraço. 

Passo 1: Acesse as Opções de Energia 

Acessível anteriormente pelo Painel de Controle, agora as Opções de Energia podem ser encontradas facilmente a partir do Menu Iniciar no Windows 10. Para tanto, pressione a tecla Windows no seu teclado e comece a digitar "Opções de energia" e veja que a opção já aparece na listagem. Clique sobre ela. 

O menu Opções de Energia pode ser acessado a partir da pesquisa no Menu Iniciar no Windows 10

O menu Opções de Energia pode ser acessado a partir da pesquisa no Menu Iniciar no Windows 10 (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Passo 2: Encontre a configuração certa 

Na janela que se abriu, busque pela opção "Escolher a função dos botões de energia" na listagem do menu à esquerda e clique sobre ela para abrir uma nova tela. 

No painel de Opções de Energia, busque pela opção

No painel de Opções de Energia, busque pela opção "Escolher a função dos botões de energia" no menu à esquerda (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Passo 3: Ative a Inicialização Rápida 

Nesta nova tela, você poderá escolher o que os botões "Ligar/Desligar" e "Reset" do seu computador fazem. Além dessa possibilidade, que é a principal daqui, também há outras coisas que podem ser ajustadas. 

Clique em

Clique em "Alterar configurações não disponíveis no momento" para liberar a alteração das opções na seção de configuração de desligamento (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

É o caso, por exemplo, da seção "Configurações de desligamento". Siga até ela e veja se a opção "Ligar inicialização rápida" já está marcada. Caso não esteja, clique em "Alterar configurações não disponíveis no momento" e marque o checkbox do recurso e depois salve as alterações. 

Finalmente, habilite a

Finalmente, habilite a "Inicialização Rápida" e salve as alterações (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Pronto, após fazer isso o seu PC com Windows 10 vai inicializar muito mais rapidamente do que você estava acostumado. Caso duvide, basta marcar no cronometro o desempenho do sistema durante uma inicialização com o recurso ativado e novamente sem que ele esteja ligado. 

Mas como isso funciona de verdade? 

Depois de ver tamanha simplicidade, é possível que você esteja se questionando como, afinal de contas, essa tal de "Inicialização Rápida" funciona. 

A verdade é que o recurso cria um arquivo que armazena alguns arquivos do sistema instantes antes de desligar o computador e o deixa armazenado no disco rígido. A partir da próxima inicialização, o Windows 10 busca por esse arquivo e o carrega diretamente na memória RAM do PC, descartando a necessidade de carregar informações de drivers, contas e aplicativos uma por uma enquanto o sistema é ligado. 

Graças a essa engenhoca, é possível ver a inicialização acontecer pelo menos 5 segundos mais rapidamente em computadores equipados com SSD. No caso de máquinas que ainda utilizam discos rígidos mecânicos, esse ganho é ainda maior, chegando a casa dos 10, 15 segundos. 

Existe algum "efeito colateral"? 

Como tudo na vida, há alguns contras que você deve saber antes de ativar a "Inicialização Rápida", embora acreditemos que eles dificilmente lhe afetarão. 

São problemas que eventualmente podem surgir sobretudo para quem utiliza discos rígidos criptografados ou tem mais de um sistema operacional instalado no mesmo HD. Nesse último caso, por exemplo, a funcionalidade tranca os arquivos do Windows, impossibilitando acessá-los através de distribuições Linux ou até mesmo outra versão do Windows. 

Caso você seja um usuário padrão que não faz uso do computador nessa amplitude, então pode ativar o recurso e ser feliz com sua máquina inicializando mais rápido do que nunca. Caso contrário, busque mais informações sobre o caso e ative a "Inicialização Rápida" por sua conta e risco. 

Quer aprender mais sobre o Windows 10? Então confira mais conteúdo exclusivo sobre o sistema operacional: 

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome