Não gostou do Windows 10? Veja estas dicas antes de fazer o downgrade

Por Sérgio Oliveira RSS

Downgrade Windows 10

O Windows 10, em geral, agradou a maioria dos usuários de PC. Tanto é que mais de 200 milhões de pessoas já se renderam ao novo sistema operacional e o utilizam no seu dia a dia. Apesar dessa aceitação, há quem não tenha gostado da plataforma, seja por problemas de compatibilidade ou simplesmente porque não foi com a cara dela. 

Se você faz parte desse grupo de descontentes que quer voltar ao glorioso Windows 7 ou então ao não-tão-famoso Windows 8, tenha calma. Hoje reunimos uma lista com 5 dicas que podem lhe ajudar a resolver suas indiferenças com o Windows 10 e permanecer com ele instalado no seu computador. 

São dicas para resolver contratempos relacionados a privacidade, estética, drivers que não funcionam direito e até a ausência do saudoso Campo Minado no novo sistema operacional. Confira. 

1. Gerencie seus drivers 

Uma das principais queixas dos usuários que vêm enfrentando problemas com o Windows 10 é o desempenho abaixo da média de alguns componentes de hardware. Placas de vídeo e de som, bem como roteadores e modens são os principais "afetados" pelo sistema operacional. Felizmente, quase sempre problemas de desempenho desses componentes podem ser solucionados por intermédio da atualização de seus drivers e raramente estão relacionados a um defeito físico em si. 

É bem verdade que o Windows Update é o principal responsável por manter todos os drivers do seu computador atualizados e funcionando corretamente. Porém, também é verdade que ele pode não ser capaz de dar conta de tudo, ou ainda não disponha dos drivers mais atuais. Nesse caso, a melhor alternativa é acessar o site do fabricante do componente cujo rendimento está abaixo da média e fazer o download da versão mais nova do driver

Depois de baixar o software, é chegada a hora de fazer a atualização a partir do Gerenciador de Dispositivos do Windows. Para acessá-lo, acesse o Menu Iniciar, digite "Gerenciador de Dispositivos" e clique sobre a opção. 

Busque pelo Gerenciador de Dispositivos no Menu Iniciar

Busque pelo Gerenciador de Dispositivos no Menu Iniciar (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Na tela que abrir, busque pelo dispositivo que não está funcionando apropriadamente, clique com o botão direito sobre ele e selecione a opção "Atualizar Driver". 

Identificado o dispositivo cujo funcionamento não é ideal, clique sobre ele com o botão direito do mouse e em seguida na opção para atualizar o driver

Identificado o dispositivo cujo funcionamento não é ideal, clique sobre ele com o botão direito do mouse e em seguida na opção para atualizar o driver (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Na nova janela, escolha a opção "Procurar software de driver no computador" e indique o local onde o arquivo que você baixou foi armazenado. O restante do trabalho será feito automaticamente. 

Indique o local onde os drivers baixados estão armazenados e deixe o Windows cuidar do restante após clicar em Avançar

Indique o local onde os drivers baixados estão armazenados e deixe o Windows cuidar do restante após clicar em Avançar (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Também há chances do driver mais atual ser o causador do mal funcionamento do componente do seu PC. Esse é um problema que já vem sendo relatado há algum tempo e a culpa é mesmo do Windows Update, que baixa e instala automaticamente as versões mais recentes independentemente do usuário querê-las instaladas ou não. Se esse for o seu caso, há um jeito simples de resolver. 

No mesmo Gerenciador de Dispositivos, clique com o botão direito sobre o componente defeituoso e selecione a opção "Propriedades". Em seguida, muda para a aba "Driver" e finalmente clique no botão "Reverter Driver". Isso fará com que o Windows 10 volte uma versão atrás daquele driver, abrindo espaço para você verificar se ele voltou a funcionar corretamente. 

Reverter o driver geralmente resolve problemas causados pela instalação mandatória dos drivers mais atuais pelo Windows Update

Reverter o driver geralmente resolve problemas causados pela instalação mandatória dos drivers mais atuais pelo Windows Update (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Caso nada disso resolva, o ideal é desinstalar o driver por completo clicando em "Desinstalar" e instalando manualmente um driver baixado do site do fabricante. 

2. Traga antigos elementos visuais de volta 

O Windows 10 traz consigo um grande número de recursos exclusivos, mas que, temos de combinar, não agradam a todos. Se você não enfrentou nenhum percalço com o sistema, mas sente saudades de como as coisas eram antigamente, não se desespere. Há formas fáceis de trazer de volta um punhado de elementos visuais que consagraram o sistema no passado. 

É o caso, por exemplo, do antigo relógio analógico que era apresentado sempre que clicávamos nas horas ali na bandeja do sistema no Windows 7. Para reavê-lo, basta pressionar as teclas WIN + R no teclado, digitar "regedit" (sem as aspas) e confirmar pressionando ENTER no teclado. No Editor do Registro, navegue até o caminho abaixo: 

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Windows\CurrentVersion\ImmersiveShell 

Chegando lá, selecione "Editar" > "Novo" > "Valor DWORD (32 bits)" e o nomeie como "UseWin32TrayClockExperience". Feito isso, dê um duplo clique na chave criada e defina o campo "Dados de Valor" como 1. Finalmente, confirme clicando em "OK". 

Após as configurações descritas acima, o antigo relógio analógico do Windows 7 voltará a ser exibido no Windows 10

Após as configurações descritas acima, o antigo relógio analógico do Windows 7 voltará a ser exibido no Windows 10 (Imagem: Captura de tela / Windows 10) 

O Windows 10 também marcou o retorno definitivo do Menu Iniciar do jeito que estávamos acostumados - ou quase isso. No sistema, o menu mistura elementos clássicos que todos amavam até o Windows 7 com as pastilhas do Windows 8 que foram tão criticadas, num híbrido que busca agradar gregos e troianos. Mas, se você não faz parte desse grupo, saiba que há uma maneira fácil de retornar ao Menu Iniciar clássico do Windows 7 ou até mesmo do Windows XP com o Classic Shell. 

O Classic Shell permite escolher entre três diferentes estilos do Menu Iniciar. Escolha o que mais lhe agrada e seja feliz

O Classic Shell permite escolher entre três diferentes estilos do Menu Iniciar. Escolha o que mais lhe agrada e seja feliz (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Além de trazer o Menu Iniciar aos seus tempos de glória, o pequeno software permite mexer e personalizá-lo da maneira que você bem entender. 

3. Busque por programas substitutos 

À época de seu lançamento, o Windows 10 polemizou por não contar com alguns programas consagrados e que caíram no gosto popular. Foi o caso, por exemplo, do Windows Media Center, os gadgets da Área de Trabalho e alguns jogos que antes vinham pré-instalados para fazer a alegria de todo mundo. Felizmente, vários desenvolvedores viram essa ausência como uma oportunidade e criaram aplicativos substitutos que fazem praticamente a mesma coisa de seus irmãos mais conhecidos. 

No caso do Windows Media Center, um dos softwares que emergiu como principal alternativa foi o Plex. Leve, de fácil configuração e com um respeitoso sistema de identificação e classificação de mídia, ele tem aplicativos tanto para o Windows quanto para iOS, Android e consoles de videogame, além de trabalhar de maneira integrada com o Chromecast. 

Em relação aos gadgets que foram permanentemente removidos no Windows 8 em detrimento das Live Tiles, eles podem ser trazidos de volta com o auxílio de ferramentas de terceiros como o 8GadgetPack

Finalmente, muitos ficaram chocados ao perceber que jogos clássicos como Paciência e Campo Minado abriram espaço para Candy Crush, o único a já vir instalado no Windows 10. Por sorte, ambos os jogos estão disponíveis na Windows Store e podem ser baixados gratuitamente - apesar de apresentarem anúncios publicitários para o jogador no meio das partidas. 

4. Permaneça offline e proteja seus dados 

Um dos pontos de maior controvérsia do Windows 10 diz respeito à sua privacidade. A Microsoft já admitiu publicamente que, por padrão, coleta dados dos usuários do sistema. A pior notícia, no entanto, é que não dá para desativar essa coleta por completo, mas apenas amenizá-la. 

Se você nunca atentou para as configurações de segurança e privacidade na sua instalação do Windows 10, talvez esteja na hora de dedicar algum tempo a isso a fim de evitar transtornos no futuro. Aqui no Canaltech nós já discutimos e ensinamos como ter mais privacidade utilizando o novo sistema: 

5. Sugira melhorias 

Mesmo após todas essas dicas, é possível que o Windows 10 ainda não lhe agrade - e isso é perfeitamente normal. Se esse for o caso, registre todas as queixas que você tem em relação ao sistema, o que não lhe agradou, o que não funcionou como deveria e de que maneira o sistema afetou sua experiência em relação às versões anteriores. 

Feito isso, é chegada a hora de enviar sugestões de melhorias para a Microsoft num sistema chamado Windows Feedback, que foi pensado justamente para ouvir as reclamações e sugestões dos usuários. Procure por ele a partir do Menu Iniciar e clique sobre a opção correspondente. 

O Windows Feedback foi pensado como um espaço democrático onde os usuários podem relatar problemas e propor sugestões de melhoria para o Windows 10

O Windows Feedback foi pensado como um espaço democrático onde os usuários podem relatar problemas e propor sugestões de melhoria para o Windows 10 (Imagem: Captura de tela / Sergio Oliveira) 

Perceba que aqui você tanto pode enviar suas sugestões como também votar nas sugestões de outros usuários da plataforma. Este é um ambiente totalmente democrático e que reflete bem a atual filosofia da Microsoft de ouvir seus clientes a fim de fazer com que o produto esteja em constante evolução. É claro que algumas sugestões demoram a serem implementadas, mas várias outras já estão em produção ou até mesmo disponibilizadas ao público. 

Portanto, solte o verbo e faça Redmond ouvir o que você tem a dizer sobre o Windows 10. Quem sabe no futuro o sistema não estará todo moldado ao seu gosto e você não terá mais problemas com ele? Não custa nada tentar. 

Conseguimos convencê-lo a permanecer no Windows 10? Abordamos algum problema que você vem enfrentando ou sua dor de cabeça é outra? Deixe sua queixa nos comentários para ver se podemos ajudá-lo. 

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome