5 motivos para você NÃO comprar o Moto Z

Por Adriano Ponte RSS

Lançamento "revolucionariamente" polêmico, com novos horizontes negativos a serem mostrados. Nada é perfeito e agora é a vez do Moto Z mostrar seus 5 motivos para não ser comprado.

Preço

Sejamos francos, ninguém gosta dos preços que os smartphones têm mostrado ao mercado. A Apple/Sony/Samsung perderam a cabeça e têm praticado preços mais abusivos. Mas o que vemos ainda é a Motorola, comendo pelas beiradas e subindo os preços BEM a cada ano.

Desta vez são R$ 3.199 para ter um Moto Z. Isso é péssimo, visto que custo benefício foi um dos motivos para a Motorola ter se reerguido no passado.

Sem fones de ouvido

O iPhone e seus rumores diziam isso, e agora a Motorola foi infectada pela doença da falta de bom senso. Numa jogada de retrocesso, perdemos mais uma fabricante para o lado do "dane-se, não gostamos mais da boa e velha conexão de áudio que ainda nos serve muito bem, vamos forçar a migração para o USB-C".

Simples assim.

Não é a prova d'água

Ele custa caro. Muito caro. Ele não tem fones de ouvido na entrada padrão. Isso soa familiar? Lembra algumas fabricantes para você? Bom, com essa desculpa, normalmente se entrega em resposta: "perdão consumidores, fizemos isso para garantir que o aparelho seja a prova d'água, para durar mais na mão de vocês, por isso é caro e não tem fones padrão".

No caso do Moto Z, nada feito, a proteção é apenas para respingos de água.

Snapdragon "Lite"

Sabe quando você espera um top de linha e julga dois aparelhos por terem o mesmo chipset? No caso do Moto Z, ele traz o Snapdragon 820 da Qualcomm, mas com uma surpresa dentro: são "-16% de velocidade na CPU de alto rendimento, -15% na CPU de economia de energia e -18% na GPU".

Pouca coisa em relação ao Snapdragon 820 pleno, mas é um corte que existe. É um aparelho faltando um pequeno pedaço, mas o preço é cheio.

Preço dos módulos

Ninguém esperava que eles fossem sair de graça, mas pagar metade do preço de um Z num módulo é coisa que poucos farão.

Com exceção do módulo de bateria, que já vem incluso no pacote, não serão muitos que usarão um Moto Insta-Share Projector para projetar a tela do Z em até 70" na resolução de 480p, pois são R$ 1.499 a menos no bolso.

Mesma coisa para o Hasselblad True Zoom, que conta com uma câmera para zoom óptico de 10x no Z, com formato (mais) ergonômico (como uma câmera compacta). Você provavelmente não verá muito ele na rua, pois também são R$ 1.499 para obtê-lo.

E esses foram os 5 motivos para NÃO COMPRAR o Moto Z, então, não deixe de conferir nosso outro vídeo: 5 motivos para COMPRAR o Moto Z.

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome