10 dicas para detonar em Super Mario Run

Por Luciana Zaramela RSS

Super Mario Run

O mais novo sucesso da Nintendo para mobile já conquistou vários adeptos pelo mundo. Super Mario Run, o jogo de plataforma que traz como protagonista o simpático encanador italiano, que se tornou o mascote da japonesa, foi lançado para iOS no último dia 15, em uma estreia mundial. 

O jogo é relativamente simples e curto, gratuito no início e com conteúdo pago para quem quiser continuar jogando. Com mecânica fácil de scroll lateral automático e jogabilidade que exige apenas uma mão, Super Mario Run não exige tanta estratégia dos jogadores, mas, mesmo assim, sempre há alguns macetes para quem quer dominar o game. Este é o seu caso? Então se liga que separamos algumas dicas preciosas para você!

Quer jogar mais? Vai ter que gastar...

Sim, a Nintendo colocou compras in-app para quem quiser explorar mais mundos em Super Mario Run. No início, o game é gratuito, mas a alegria de não pagar nada dura apenas três fases. Para desbloquear outros mundos e estágios e ter acesso ao jogo na íntegra, é necessário pagar US$ 10 (R$ 35, na conversão direta). 

Outro negócio é que você tem que ficar atento ao seu plano de dados. É que, para curtir o jogo, é preciso ter conexão com a internet 100% do tempo, e se você quiser jogar no trem, na rua ou em um lugar sem Wi-Fi disponível, é melhor fazer as contas para não ser pego de surpresa depois. 

Variações de movimentos

No começo do jogo, você já é apresentado a uma mensagem que diz que o Mario corre automaticamente. Mas se você achar que o game está fácil demais, pode usar das variações de movimentos inclusas no jogo para ter um pouco mais de desafio. São alguns pulos e giros estilosos que podem ser bastante úteis para você guiar o encanador pelos mundos. 

A Nintendo colocou uma listinha de movimentos nas Dicas de Truques (Opções) para te ajudar a memorizá-los, com algumas dicas sobre os itens e blocos que Mario encontrar pelo caminho. Tem até uma "monstropédia", apresentando todos os seus inimigos e amigos no decorrer da aventura. 

Cate tudo o que encontrar pelo caminho

Quem curte as aventuras de Mario Bros. já sabe: é bom sair batendo a cabeça em tudo quanto é bloco para pegar as surpresas e itens que surgem deles, fora as moedas que aparecem girando no ar. Algumas também podem ser retiradas de dentro dos blocos, ou aparecem quando você pisa em um inimigo. 

 

Outra dica é conseguir aplausos e torcida dos cogumelos quando você faz algumas manobras legais nas corridas e ficar esperto para coletar o máximo possível na "Febre das Moedas". Além de catar itens pelas fases do jogo, você também pode sair colecionando fases de bônus, cupons, enfim, tudo que puder. Se da primeira vez não der certo, é só jogar a fase novamente quando você quiser. 

Reconstruindo o reino

O jogo tem um modo "Construir", para que você coloque no lugar as peças destruídas por Bowser. Nele você também pode sair colecionando itens. Alguns deles são meramente decorativos, na verdade, mas outros são até úteis. Destes itens, você pode conseguir fases extras e tentar a sorte na corrida de Toads, onde você compra mais estruturas e decoração para suas construções e até desbloqueia personagens. 

É um ciclo vicioso para que você fique preso ao game. O bom é que o modo "Construir" é mais relaxante e pode ser até mais divertido que as aventuras corridas de Mario. 

Vá com calma

Mas, hein? Em um jogo chamado Super Mario Run, literalmente uma corrida contra o tempo, como faz para manter a calma?

Super Mario Run oferece aos jogadores algumas oportunidades de parar um pouco e dar aquela contemplada no ambiente. São momentos em que Mario se depara com obstáculos no meio do caminho e precisa de uma "pausa". Portanto, fique ligado: vez ou outra um bloco vermelho com um símbolo de pausa vai aparecer na tela. Tente pegá-lo! 

Não tenha medo de falhar

Outro conselho estranho. Mas sim, é válido: aproveite o game sem medo. O segredo está na mecânica do jogo, que mesmo que tenha seu principal personagem sempre correndo, é muito bem integrada.

Se você cai num buraco, volta flutuando em uma parte anterior da fase. Isso pode ser estratégico para que você colete as moedas que esqueceu pelo caminho. Tente pegar todas elas em cada nível — mas, lembre-se: sem pressa. 

Crie uma conta

Super Mario Run é perfeitamente "jogável" se você não tiver uma conta na Nintendo ou um avatar Mii. Mas é claro que há uma boa razão para você criar uma ou ter um bonequinho desses: ao se identificar no jogo, você libera o cogumelo Toad e pode até jogar com ele. Por quê? Porque Toad é Toad, e vamos explicar melhor a seguir. 

Dê um tempo para o Mario

O jogo conta com um total de seis personagens para você escolher. Apenas Mario e Toad são gratuitos e podem ser liberados rapidamente no jogo. Os outros chegam depois, à medida em que você vai completando algumas "missões". 

Uma delas, obviamente, consiste em pagar os 10 dólares. Assim, no decorrer da jogatina, você vai encontrar Luigi, Yoshi, a Princesa Peach e a Toadette. Cada um tem habilidades específicas, e por isso vale a pena variar. Falaremos mais sobre isso a seguir. 

Nunca ignore os extras 

O mantra de Super Mario Run é "cate tudo o que vier pelo caminho", certo? Não deixe passar nada, se puder. O mesmo vale para os extras. 

Fases de bônus e de corrida têm um grande propósito, e é a partir daí que você vai conseguir coletar cogumelinhos coloridos, que vão torcer por você. Estes itens são essenciais para que você desbloqueie alguns itens no modo "Construir" e receba o passaporte para liberar novos personagens.

Se liga na lista para saber como obter personagens:

  • Mario: óbvio demais, né?
  • Toad: crie uma conta ou um avatar Mii.
  • Luigi: 150 cogumelos verdes e a Casa do Luigi.
  • Yoshi: 30 cogumelos vermelhos,  30 amarelos e a Casa do Yoshi.
  • Princesa Peach: vença todas as fases e chefes no modo Tour.
  • Toadette: 200 cogumelos vermelhos, 200 verdes, 200 azuis e a casa da Toadette. 

A Princesa Peach consegue flutuar no ar com seu vestido; lembre dela quando estiver passando por obstáculos mais difíceis. Toad é rápido e corre mais que os demais, com ele é melhor gerenciar o tempo. Luigi é o que pula mais alto e pode ser ideal para coletar aquele item lá em cima. Yoshi consegue voar e alcançar lugares impossíveis para Mario. E Toadette já vale pelo simples desafio de consegui-la. 

Economize bateria!

Todo e qualquer jogo mobile consome uma bateria lascada. Mas tem jeito de minimizar esse impacto, e a dica é pegar leve nos detalhes gráficos. Não faz maravilhas, é verdade, mas cada bit economizado na tela reflete na vida útil da sua bateria. 

Para isso vá até as opções do jogo e defina os padrões de renderização e gráficos para o mínimo possível, se você sentir que sua bateria vai acabar antes do que você pensava.  

E aí, pronto para voltar (ou começar) ao jogo com mais preparo? Com estas dicas, você certamente vai fazer diferença e ver que os resultados serão outros. Se tiver alguma ideia para acrescentarmos aqui, é só colocar nos comentários abaixo!

Via SlashGear

Assine nosso canal e saiba mais sobre tecnologia!
Leia a Seguir

Comentários

Newsletter Canaltech

Receba nossas notícias por e-mail e fique
por dentro do mundo da tecnologia!

Baixe já nosso app Fechar

Novidade

Extensão Canaltech

Agora você pode ficar por dentro de todas as notícias, vídeos e podcasts produzidos pelo Canaltech.

Receba notificações e pesquise em nosso site diretamente de sua barra de ferramentas.

Adicionar ao Chrome