Windows 10 não influenciará nas vendas de PCs até 2017, diz Gartner

Por Redação | 24 de Setembro de 2015 às 12h02

O Windows 10 é um dos sistemas operacionais com maior aceitação da história da Microsoft. No entanto, tal sucesso não está se traduzindo em vendas de computadores. Ao que tudo indica, o novo sistema operacional deverá ajudar a impulsionar o mercado de PCs no mundo apenas em 2017.

De acordo com um relatório do Gartner, as vendas de PCs devem cair 7,3% neste ano, com um total de apenas 291 milhões de unidades vendidas em todo o mundo. De acordo com o levantamento, esse número deve permanecer estagnado no próximo ano, com uma queda de 4% até 2017, quando as empresas, finalmente, começarão a adotar o novo sistema operacional da Microsoft. "O Windows 10 e a plataforma Intel Skylake irão aumentar em volume ao longo do ano, assim, a adoção do Windows 10 entre as empresas irá aumentar acentuadamente em 2017, quando esperamos que o mercado de PCs retorne a crescer", afirma o diretor de pesquisas do Gartner, Ranjit Atwal.

Atwal diz que a causa das quedas nas vendas de PCs no mundo é o fato dos consumidores manterem seus computadores antigos por mais tempo. Não há incentivo suficiente para comprar um novo, até que o antigo apresente problemas. "Os usuários estão estendendo a vida útil de seus aparelhos, ou decidem não substitui-los", afirmou.

Marcado de PC

Muitas opiniões a respeito do impacto do Windows 10 nas vendas de PCs têm surgido nos últimos meses. O CEO da Intel, Brian Krzanich, afirmou que o novo sistema operacional da Microsoft, combinado com novos chips da Intel Skylake, será um impulso para o mercado de PCs. Alguns analistas também afirmaram que o Windows 10 e o Intel Skylake iriam aumentar as vendas de PCs em detrimento das vendas de tablets.

Via Business Insider

Fonte: http://www.businessinsider.com/pc-sales-wont-see-boost-until-2017-2015-9