Apple lança iMac Pro no dia 14 de dezembro, custando a partir de US$ 4.999

Por Redação | 12 de Dezembro de 2017 às 15h06
TUDO SOBRE

Apple

A próxima quinta-feira (14) será marcada pela chegada do novíssimo iMac Pro, o desktop topo de linha da Apple. A máquina poderosa anunciada na WWDC de 2017 custará a partir de US$ 4.999 nos Estados Unidos.

A máquina traz o tão aguardado upgrade dos iMacs anteriores, que são o desktop all-in-one da Maçã. Com acabamento em cinza escuro, o computador tem design elegante e moderno, seguindo tudo o que os fãs da Apple esperam. Seu monitor de 27 polegadas é do tipo Retina com resolução de 5120 por 2880 pixels.

Por dentro, o novo iMac Pro conta com um processador Intel Xeon de 8 a 18 núcleos, 32 a 128 GB de RAM e de 1 a 4 TB de armazenamento, sendo um computador e tanto para quem exige muita performance da máquina. Quem edita vídeos em 4K e desenvolve criações em 3D são alguns dos públicos-alvos principais do lançamento. Ainda, o iMac Pro chega preparado para suportar tecnologias de realidade virtual, sendo ideal para desenvolvedores que trabalham com essas aplicações.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

E no Brasil?

Apesar de já ter sido anunciado no site da Apple Brasil, o iMac Pro ainda não teve preço divulgado por aqui. Mas, para não perder o costume, a gente faz uma brincadeirinha, só para ter noção. Se um iMac com processador de 2,3 GHz e 1 TB de armazenamento (o mais simples da linha) custa US$ 1.099 nos States e sai a R$ 8.199 aqui no Brasil...

...aplicamos uma simples regra de três e concluímos que, proporcionalmente, o iMac Pro pode chegar aqui custando astronômicos R$ 37.300

Mas a parte mais assustadora vem agora: o modelo mais parrudo possível do iMac Pro ultrapassa os US$ 17 lá na gringa, chegando a incríveis US$ 17.299. As especificações incluem: processador de 18 núcleos, 128 GB de RAM, GPU Radeon Pro Vega de 16 GB e SSD de 4 TB. Novamente, a regrinha de três e o resultado salta para absurdos R$ 129 MIL.

Claro, não passa de especulação do Canaltech e uma conta completamente básica, mas levando em consideração a diferença de preços praticados pela Apple aqui no Brasil, devido à alta carga tributária nacional, a surpresa nem é tanta assim, confere?

Vamos aguardar para saber oficialmente quanto será o valor do gigantão por aqui.

Fonte: TechCrunch, Apple

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.