Maior data center da Rússia passa a usar energia 100% nuclear

Por Redação | 28 de Novembro de 2015 às 12h15
photo_camera niaep.ru

A companhia de energia russa RosEnergoAtom está construindo aquele que será o maior data center de todo o país euroasiático. E para manter tudo funcionando, o local estará diretamente ligado à subestação de energia nuclear de Kalinin. A usina produz os 80 megawatts utilizados para fazer funcionar os cerca de 10 mil racks de servidores presentes na central de dados.

Apesar do tamanho imenso, cerca de 1 mil racks de servidores (ou seja, apenas 10% da capacidade total do data centre) serão utilizados pela própria RosEnergoAtom — o restante será locado para outras companhias. A empresa já teria feito contato com gigantes como Google e Facebook para oferecer os seus serviços.

O negócio é visto por analistas como um tanto arriscado, afinal as novas leis russas sobre armazenamento de dados determinam que informações sobre cidadãos russos sejam armazenados em servidores domésticos. Contudo, o panorama aparentemente pouco amistoso não desanimou a RosEnergoAtom, que vai investir cerca de US$ 957 milhões (mais de R$ 3,5 bilhões) apenas para construir o prédio de seu novo data center, pois neste valor não estão incluídos os gastos com a infraestrutura de TI.

Fontes: Telecom Daily, DatacenterDynamics

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.