Guia de Cursos de TI: Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Por Rafael Romer | 18 de Fevereiro de 2013 às 09h05

Duração do Curso: de 2 a 3 anos.

Mercado de trabalho: Ramo bancário, montadoras, empresas de telefonia, pequenas e médias empresas, empresas que prestam serviços de TI

Salário inicial: R$ 1.170,00 (Sindpd)

Expectativa salarial: até R$ 15 mil

Veja mais: Guia de Cursos de TI - saiba qual é o mais indicado para você

O tecnólogo em Análise e Desenvolvimento de Sistemas é um profissional de nível superior, formado em um curso superior da área de tecnologia. Voltado para as demandas crescentes de TI, o curso tem duração menor do que os mais tradicionais de graduação, possibilitando uma entrada rápida do profissional no mercado de trabalho.

O profissional será o responsável pela análise, projeto e implementação de diversos tipos de sistemas e software, voltados para variados setores da cadeia de produtividade. Os estudantes do curso aprenderão a lidar com linguagens de programação e também com padrões de internet para o desenvolvimento de aplicações. "É um curso de estudo intensivo, não pode ser largado, o aluno precisa estar estudando e se atualizando porque a área de tecnologia muda constantemente", explica o coordenador dos cursos superiores de tecnologia da FIAP, Leandro de Freitas.

No mercado, o profissional será o responsável pela programação de computadores, atualização constante de sistemas para manter a produtividade da empresa em dia, implantação de sistemas específicos em uma empresa, ou até mesmo ao desenho e programação de um sistema novo, elaborando estruturas e software compatíveis com o que determinada empresa precisa.

O curso também envolve noções de gereciamento e administração e pode ser indicado para quem deseja criar um negócio próprio, como uma startup. O profissional mais experiente também pode se dedicar à área de consultoria de sistemas de informação junto a empresas, atuando como consultor de softwares e soluções para empresas que querem otimizar sua cadeia de produção através da TI.

Assim como em outros cursos técnicos de TI, uma das recomendações do aluno de Análise e Desenvolvimento de Sistemas é que já procure estagiar a partir do primeiro ano, para evitar ficar defasado quando chegar ao mercado com a formação apenas acadêmica. "A faculdade dá um conhecimento bem focado para o mercado, se ele começar a estagiar cedo, com certeza o conhecimento dele passa a ser bem mais amplo", afirma Leandro. Ao sair da faculdade, é importante que o profissional também fique atento sobre novas linguagens de programação e ambientes de desenvolvimento de software, para não ficar para trás.

Sendo um profissional de nível superior, os tecnólogos podem continuar seus estudos através de uma pós-graduação (Mestrado e Doutorado) ou fazendo cursos de especialização. "A certificação do profissional é essencial para o mercado, assim como um bom inglês também", afirma Leandro.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!