Super Lua promete espetáculo no céu do dia 14 de novembro

Por Redação | 10 de Novembro de 2016 às 10h14
photo_camera Cristian Vasile

Certamente você já admirou a Lua Cheia muitas vezes, o que rendeu belas fotos para postar em suas redes sociais, não é mesmo? Então se prepare para o dia 14 de novembro, pois, além de cheia, a Lua deste dia será uma Super Lua, ou seja, o tamanho do disco lunar terá uma aparência maior do que normalmente é.

O termo Super Lua não é uma definição oficial usada pela União Internacional de Astronomia, mas popularmente significa a Lua Cheia (ou Nova) que coincide com o perigeu, que é a menor distância entre o centro da Lua e o centro da Terra. O perigeu lunar acontece todos os anos e temos pelo menos uma Lua Cheia por mês. Mas a coincidência de 100% do disco lunar iluminado com o perigeu ocorre só em alguns anos.

Já ocorreram muitas Super Luas nas últimas décadas, mas a de 14 de novembro de 2016 é ainda mais especial porque a última vez que a Lua ficou tão próxima da Terra assim foi há quase 70 anos, em 1948, o que não deve voltar a ocorrer até 2034. Na próxima segunda-feira, a distância entre o centro da Lua e o centro da Terra será de 356.509 km e o disco lunar estará 99,98% iluminado.


Onde e quando observar o fenômeno?

O perigeu (menor distância entre Terra e Lua) será no dia 14 de novembro, às 12h21, (pelo horário de Brasília). Neste exato momento, a Lua terá 99,98% de seu disco iluminado. O momento da fase cheia (100% do disco lunar iluminado) vai ocorrer um pouco antes, às 11h52, (também pelo horário de Brasília).

Rigorosamente não poderemos apreciar a Lua Cheia nos horários de 12h21 e nem às 11h52, pois não estará visível no céu. Mas existem dois momentos especiais, em que a Lua cheia realmente terá uma aparência maior do que o normal, nos quais valerá a pena ficar de olho no céu para ver a Super Lua.
Para apreciá-la, é preciso estar no lugar certo, na hora certa e ter paciência porque, em muitas áreas do Brasil, há uma grande chance da visualização do evento ser prejudicada pela chuva ou excesso de nebulosidade.

"Para os horários das 12h21min e 11h52min, a Lua não poderá ser observada no céu. Por essa razão é interessante o observador contemplar, em 13 de novembro, o pôr da Lua no horizonte oeste poucos instantes antes do nascer do Sol, ou com um horário mais confortável, em 14 de novembro, observando o horizonte leste o nascer da Lua poucos instantes após o pôr do Sol”, explica o professor e astrônomo amador, Marcos Calil, ressaltando que esse será um belo momento para contemplar e fotografar o fenômeno.

Fonte: Climatempo e BBC