Revelado um dos segredos do realismo das animações da Disney

Por Redação | 10 de Agosto de 2015 às 08h28
photo_camera Disney

Ultrarrealistas, as animações 3D da Disney impressionam a cada novo filme lançado. Mas agora quem não faz ideia de como os estúdios conseguem chegar a imagens tão próximas da perfeição pode ter uma noção mais apurada do trabalho graças a um vídeo publicado recentemente no canal do YouTube da empresa. O segredo? Rastreamento de raios de luz para que seus computadores possam simulá-los.

A técnica é chamada de Path Tracing e permite analisar a trajetória da luz, determinar seus níveis de reflexão e obter a textura dos objetos com cada nível de luminosidade, tudo feito pelo poderoso motor gráfico Hyperion. Em uma publicação no website oficial da Disney, o pessoal do estúdio explica que cada objeto reflete a luz de um jeito diferente e que tudo depende do perfil de suas superfícies, além, é claro, da quantidade de luz emitida.

Equipe Hyperion Disney

A equipe por trás do Hyperion: Andrew Fisher, Patrick Kelly, David Adler, Dan Teece, Christian Eisenacher, Doug Lesan, Greg Nichols, Chuck Tappan, Brent Burley, Sean Jenkins, Andy Selle, Noah Kagan, Lisa Young, Matt Chiang, Ralf Habel, Darren Robinson, Peter Kutz (Reprodução: Disney)

Para que a renderização das imagens não fique extremamente pesada com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, os processos são executados em partes. Por exemplo, de uma só vez são interpretados os raios de luz que incidem na vertical, refletidos a um ângulo de 45 graus. Em seguida, a luz horizontal passa a ser processada, dando lugar para outras variações de ângulos até que todo o cenário seja renderizado, simulando milhões de raios luminosos no fim do processo. Essa divisão de tarefas, por assim dizer, otimiza todo o processo.

Hyperion

Mesma cena, captada em uma fotografia (à esquerda) e simulada com o renderizador Hyperion (direita).

Quer se aprofundar no assunto? A Disney disponibilizou um arquivo PDF com todos os detalhes técnicos da tecnologia que pode ser visualizado aqui. Mas caso a leitura seja "pesada" demais, também é possível assistir ao vídeo que mostra como a Disney realiza esse estudo de iluminação para lá de detalhista:

Fonte: Walt Disney Animation Studios