Preciosidade: vídeos de testes nucleares dos EUA são liberados na Internet

Por Redação | 16 de Março de 2017 às 20h34

Você já se imaginou assistindo a um teste nuclear? Independente da sua resposta, a verdade é que agora você pode ver como funcionavam os testes conduzidos pelo governo norte-americano entre 1945 e 1962, já que os Estados Unidos liberaram a divulgação de vídeos, antes confidenciais, na internet.

Isso aconteceu graças ao trabalho da equipe do Lawrence Livermore National Laboratory (LLNL), que passou os últimos cinco anos convertendo imagens de rolos e mais rolos de filmes praticamente em decomposição para o formato digital, a fim de preservar o conteúdo histórico.

"Você sente cheiro de vinagre quando abre as latas [de filme], que é um dos subprodutos do processo de decomposição destes filmes", conta Greg Spriggs, físico especializado em armamento bélico. "Sabemos que este material está à beira da decomposição, até o ponto em que se tornará inútil. Os dados que estamos coletando agora devem ser preservados em formato digital, porque não importa o quão bem você trate, preserve ou armazene estes filmes: eles vão se decompor. Eles são feitos de material orgânico, que se decompõe. Então é isso. Chegamos a tempo de salvar os dados", completa.

Os testes atmosféricos dos EUA representam um verdadeiro tesouro de dados e informações para engenheiros, físicos e médicos. Nenhum teste foi conduzido por sobre o solo americano nos últimos 55 anos, e nenhum teste nuclear, de natureza alguma, é realizado no país desde 1991. Os registros da primeira explosão de uma bomba de fusão e fissão nuclear chegam como uma fonte científica inigualável para os estudiosos e especialistas que pesquisam ou trabalham com arsenal nuclear.

Veja alguns dos vídeos:

Acesse a playlist completa.

Via NewAtlas

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.