Computadores antigos da Nasa são encontrados em porão de engenheiro falecido

Por Redação | 17.07.2017 às 07:07

A gente imagina que empresas e entidades como a Nasa sejam extremamente organizadas, não é mesmo? Mas a coisa não era bem assim antigamente. Ao menos é o que podemos imaginar graças a computadores antigos da agência que foram encontrados empoeirados no porão de um engenheiro que faleceu recentemente.

Além de duas máquinas, ali também estavam centenas de rolos de fitas magnéticas de propriedade da agência espacial dos EUA. O falecido foi engenheiro da IBM, tendo trabalhado em projetos das missões Apollo, nos anos 1960. Por alguma razão (ainda desconhecida), ele acabou guardando esses objetos em sua residência por todo esse tempo.

Computador jurássico da NASA encontrado no porão do engenheiro (Reprodução: NASA)

Acredita-se que os equipamentos foram levados para lá durante a década de 1970, e os herdeiros do engenheiro garantem que nada foi roubado, mas, sim, que tudo foi cedido pela diretoria de um centro de pesquisas da IBM em Pittsburgh. Ainda assim, a Nasa só ficou sabendo do episódio graças a um comerciante de sucata que foi chamado para que a família se livrasse daquele “entulho”. Como tudo estava devidamente etiquetado com o logo da agência espacial, o comerciante decidiu entrar em contato com o órgão.

(Reprodução: NASA)

E o que continha ali naqueles computadores e fitas magnéticas? Será que seria algo raro e surpreendente? Que nada! O pessoal da NASA analisou todo o conteúdo e revelou que tudo não passava sucata, realmente. Nenhuma das 325 fitas tinha alguma relevância histórica, tampouco dados relacionados a projetos da agência, que recomendou a destruição imediata de todo o material.

Fonte: ARS Technica