Alemães usam impressora 3D para ajudar cadela com deficiência

Por Redação | 05.05.2015 às 11:41
photo_camera Foto: Divulgação/Luisas Blog

A impressora 3D, além de ser inovadora, vem ajudando as pessoas no ramo da medicina, mas agora a tecnologia também chegou ao mundo veterinário. A cadela italiana Luisa nasceu sem as patas dianteiras e, graças a uma cadeira de rodas impressa em 3D, agora pode se locomover.

O acessório é composto por uma placa de plástico que serve para segurar Luisa pela barriga e, nela, ficam encaixadas as rodas. A cadeirinha foi adaptada para acompanhar o crescimento da cadelinha conforme os meses passarem. Por isso, não é necessário construir um novo equipamento para quando ela for adulta.

Luisa

Os resultados do desenvolvimento do projeto foram divulgados e disponibilizados em código aberto, abrindo espaço para que outras pessoas possam usá-lo para ajudar outros animais.

Luisa

A impressão foi feita com PLA, mas a cadeira também utiliza outros materiais como dois tubos de alumínio, duas rodas e espuma. Para ajudar no equilíbrio, é recomendado o usa de uma roda menor até que o animal de acostume. De acordo com os criadores, o custo da criação não ultrapassou € 130, aproximadamente R$ 446.

A história de Luisa

Luisa

A mãe da Luisa deu a luz a cinco filhotes em uma área particular e todos os animais foram recolhidos por uma ONG de proteção aos animais da Alemanha. A situação da cadela chegou até Florian Rapp, dono de uma empresa de impressão em 3D, e Karin Bufe, estudante de medicina,, que resolveu arregaçar as mangas e criar a peça para ajudar Luisa.

Veja a cadeira de rodas em ação:

Fonte: Luisas Blog, 3D Print