Tuiteiros ganham espaço exclusivo em teatros norte-americanos

Por Redação | 28 de Janeiro de 2013 às 18h15
photo_camera USA Today

Usar seu dispositivo móvel durante uma sessão de cinema ou uma peça de teatro é considerado como uma grande 'falta de educação' e respeito com os outros espectadores. Mas, muitas pessoas simplesmente não conseguem se desconectar e querem registrar tudo em seus perfis nas redes sociais, e isso fez com que muitos teatros norte-americanos, incluindo alguns da Broadway, disponibilizassem assentos exclusivos para os tuiteiros de plantão. As informações são do Digital Life.

Os espaços reservados visam tornar a interação em tempo real com o público através das redes sociais mais efetiva, já que muitos membros do elenco e da direção do espetáculo também estão conectados a tudo que o público comenta, desde o figurino até as acomodações do teatro. Mesmo com muitas pessoas avaliando essa experiência positivamente, outras acreditam que isso prejudica os outros espectadores e a própria relação do público com o que é encenado no palco.

"Eu acredito que é muito importante para instituições culturais e para a PPAC (Providence Performing Arts Center) evoluir para o uso das mídias sociais e aprender a engajar o público de uma forma mais ampla", afirmou a redatora Sarah Bertness, que assistiu dos bancos especiais para tuiteiros ao espetáculo "Million Dollar Quartet" em Providence, Rhode Island – baseado em uma gravação musical que reuniu nomes como Johnny Cash, Elvis Presley, Jerry Lee Lewis e Carl Perkins em 1956. "Eu acho que é uma ferramenta valiosa".

Assentos tuiteiros teatros

Reprodução: USA Today

Outros teatros ao redor do país também estão planejando a introdução de novos mecanismos de interação digital com o público, como é o caso Huntington Theater, em Boston, que irá iniciar o programa 'Twittermission'. No programa, um artista ligado à produção ou alguém do teatro ficará responsável por responder a todas as perguntas sobre o espetáculo durante os intervalos através do Twitter, e os tweets também serão projetados em telas no saguão do teatro.

A PPAC e outros órgãos culturais ainda não têm como avaliar de que forma as mensagens publicadas no Twitter durante a apresentação nos assentos especiais poderá trazer benefícios para os seus espetáculos, mas eles planejam continuar o projeto até o final de 2013 e, somente aí, avaliá-lo.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.