Puro papo: China não está televisionando o nascer do Sol devido à poluição

Por Redação | 20 de Janeiro de 2014 às 16h58

Na semana passada, os níveis de qualidade do ar em Pequim, na China, atingiram níveis críticos e considerados perigosos, conforme mostra o New York Times. De forma quase simultânea, surgiu a informação de que o governo chinês estaria transmitindo o amanhecer para os moradores da capital em uma grande tela LED, já que o fenômeno real não mais poderia ser observado no céu. Tudo, porém, não passou de um engano, segundo mostra o Kotaku.

Reproduzindo informações de um site de tecnologia asiático, o veículo confirmou que o nascer do sol realmente foi transmitido em um telão em Tiananmen, nas proximidades do mausoléu de Mao Zedong. mas trata-se, na verdade, de um anúncio turístico para a província de Shandong, na costa do país. A região tem importância histórica e é considerada o berço de religiões como o taoísmo.

Tiananmen Big Screens

O Kotaku chamou a atenção também para o logo da comissão de turismo de Shandong no canto inferior direito do telão, além de publicar outras imagens que também são veiculadas no local, como a que pode ser vista acima. As imagens do nascer do sol fazem parte de um clipe mais longo, que exibe diversas imagens da região e seus pontos turísticos, e acabou gerando a confusão.

A poluição, claro, continua sendo um problema. Mas, felizmente, os cidadãos de Pequim ainda podem observar o céu sem que ele seja escondido por uma nuvem de fumaça.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.