Puro papo: China não está televisionando o nascer do Sol devido à poluição

Por Redação | 20 de Janeiro de 2014 às 16h58

Na semana passada, os níveis de qualidade do ar em Pequim, na China, atingiram níveis críticos e considerados perigosos, conforme mostra o New York Times. De forma quase simultânea, surgiu a informação de que o governo chinês estaria transmitindo o amanhecer para os moradores da capital em uma grande tela LED, já que o fenômeno real não mais poderia ser observado no céu. Tudo, porém, não passou de um engano, segundo mostra o Kotaku.

Reproduzindo informações de um site de tecnologia asiático, o veículo confirmou que o nascer do sol realmente foi transmitido em um telão em Tiananmen, nas proximidades do mausoléu de Mao Zedong. mas trata-se, na verdade, de um anúncio turístico para a província de Shandong, na costa do país. A região tem importância histórica e é considerada o berço de religiões como o taoísmo.

Tiananmen Big Screens

O Kotaku chamou a atenção também para o logo da comissão de turismo de Shandong no canto inferior direito do telão, além de publicar outras imagens que também são veiculadas no local, como a que pode ser vista acima. As imagens do nascer do sol fazem parte de um clipe mais longo, que exibe diversas imagens da região e seus pontos turísticos, e acabou gerando a confusão.

A poluição, claro, continua sendo um problema. Mas, felizmente, os cidadãos de Pequim ainda podem observar o céu sem que ele seja escondido por uma nuvem de fumaça.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.